IBOPE (votos válidos) – Bolsonaro 59%, Haddad 41%

/ 15 outubro
IBOPE (votos válidos) – Bolsonaro 59%, Haddad 41%

Resultado de imagem para bolsonaro

O Ibope divulgou nesta segunda-feira (15) o resultado da primeira pesquisa do instituto sobre o segundo turno da eleição presidencial. O levantamento foi realizado no sábado (13) e domingo (14) e tem margem de erro de 2 pontos, para mais ou para menos.

Nos votos válidos, os resultados foram os seguintes:

Jair Bolsonaro (PSL): 59%
Fernando Haddad (PT): 41%
IBOPE (votos válidos) – Bolsonaro 59%, Haddad 41%

Resultado de imagem para bolsonaro

O Ibope divulgou nesta segunda-feira (15) o resultado da primeira pesquisa do instituto sobre o segundo turno da eleição presidencial. O levantamento foi realizado no sábado (13) e domingo (14) e tem margem de erro de 2 pontos, para mais ou para menos.

Nos votos válidos, os resultados foram os seguintes:

Jair Bolsonaro (PSL): 59%
Fernando Haddad (PT): 41%
Continue lendo
SALOÁ – Ricardo de Zé Ricardo continua desaparecido


Continua desaparecido há cerca de 23 dias (desde 21 de setembro) o Sr. Ricardo Fernando de Souza (69 anos), mais conhecido como Ricardo de Zé Ricardo. Os familiares buscam informações sobre o paradeiro e quaisquer informações ligar para os números (87) 9 8134-1449.

Bastante conhecido em Saloá, Ricardo apresenta alguns problemas mentais e a família busca desesperadamente por informações.
GIRO POLÍTICO (BOM CONSELHO) – Dannilo Godoy consegue grande vitória – GIVALDO DO SINDICATO mostra que pode ser um bom candidato a prefeito

Resultado de imagem para dannilo godoy bom conselho

O prefeito de Bom Conselho, Dannilo Godoy (PSB), além de ter quebrado o tabu na “terra da Papacaça”, onde nunca nenhum prefeito tinha conseguido ser reeleito, conseguiu uma maiúscula vitória nestas eleições e fez de seus candidatos a deputado estadual e federal os mais votados no município com uma boa margem de votos. Através de uma política de coalizão, seu sucessor possui grandes chances de lograr êxito em 2020.

Bom para o presidente do STR, Givaldo do Sindicato, que ao lado da vereadora Ivete Enfermeira e mais algumas lideranças políticas e comunitárias conseguiram uma excelente votação para seus candidatos, Wolney Queiroz e Doriel Barros (ambos eleitos). Givaldo na opinião de algumas lideranças possui totais condições de disputar a prefeitura em 2020, ainda mais agora que o grupo foi o segundo mais votado no município.

Capitão Boanerges também conseguiu uma boa votação e com certeza será um dos nomes lembrados para o pleito que se avizinha. Coronel Campos também é uma boa aposta.
GIRO POLÍTICO (SALOÁ) – Ricardo Alves TRATORIZA seus adversários – WELLINGTON FREITAS e grupo político são os mais votados da OPOSIÇÃO


O prefeito Ricardo Alves (MDB), conseguiu uma das maiores vitorias do agreste meridional nas eleições de 2018. Se não bastasse ser o prefeito mais votado da história, ter a maior diferença de votos em uma eleição, o governante saloaense, simplesmente TRATORIZOU seus adversários e fez dos seus deputados estadual e federal os mais votados da história de Saloá.

Ao lado dos vereadores Zé Cabeleireiro (PP), Valdir Lopes (PRTB), do suplente de vereador, Professor Bá (PP) e do grupo da NOVA Oposição, Wellington Freitas conseguiu fazer dos seus deputados federal e estadual, os mais votados da oposição em Saloá. O grupo conseguiu derrotar em número de votos os candidatos apoiados pelo ex-prefeito, Gilvan Pereira (PTB) e do candidato a deputado estadual apoiado pela vice-prefeita do município e seu esposo, o ex-prefeito Zé do Leite.

As especulações agora são para saber quem de fato irá encabeçar a chapa oposicionista em 2020, já que com a acachapante vitória do atual prefeito ele não deve procurar aliados. Pelo menos por enquanto.
Agressões por motivações políticas crescem, mostra estudos da FGV

Resultado de imagem para jovem tatuada com suástica

Da Globo.com - Desde que o segundo turno começou, relatos nas redes sociais sobre agressão a gays e lésbicas e transexuais têm aumentado nas redes sociais, assim como demonstrações de intolerância política motivada pela escolha de candidatos por eleitores. Um levantamento da Fundação Getúlio Vargas (FGV) traz dados dessa situação.

O estudo da Diretoria de Análise de Políticas Públicas da FGV mostra que os comentários sobre agressões por motivação política geraram 2,7 milhões de postagens desde que o segundo turno começou, contra 1,1 milhão nos 30 dias anteriores à eleição. Essas postagens repercutem denúncias de agressões que circulam nas redes ou são notícias nos jornais.

É o caso do capoeirista Moa do Katendê, fundador do grupo de afoxé Badauê, assassinado com 12 facadas após uma discussão num bar em Salvador. Segundo testemunhas, inclusive o dono do bar, ele defendia o voto no PT e foi morto por Paulo Sérgio Ferreira de Santana, eleitor de Bolsonaro. O assassino confessa o crime, mas nega que o motivo tenha sido divergência política. Diz que matou Moa por ter sido xingado.

Há comentários também sobre relatos de agressões a gays, lésbicas e travestis, agressões físicas e verbais. Muitos da comunidade LGBT dizem nas redes que são vítimas de ameaças e xingamentos por parte de eleitores de Bolsonaro. Em Porto Alegre, uma jovem foi agredida por três homens. Ela tinha colado na bolsa um adesivo com a bandeira do movimento LGBT, onde havia a inscrição “Ele, não”. Os agressores marcaram o corpo dela com uma suástica, usando um canivete. O delegado afirmou que a vítima disse em seu depoimento que foi um caso de homofobia.

Ao jornal "Folha de S. Paulo", o diretor do departamento da Fundação Getúlio Vargas, que produziu o estudo, Marco Aurélio Ruediger, diz que o gráfico registra relatos de agressões contra partidários de Bolsonaro também. Ele disse que o discurso do ódio é generalizado, assim como as ações. E que basta ver o atentado que Bolsonaro sofreu.

A condenação a esse tipo de comportamento contra pessoas LGBT ou agressões por intolerância política é geral. Já surgiram iniciativas na internet para mapear as denúncias e checar a veracidade. É o caso do site Vítimas da Intolerância, organizado pela Entidade Open Knowledge Brasil. Há outras iniciativas do gênero.

Depois do assassinato de Moa do Katendê, o candidato do PT, Fernando Haddad, condenou na quarta-feira (10), todo tipo de violência: "Veja bem, nós estamos conversando com todas as forças que queiram conter a barbárie, que está em escalada no país. Nós temos que botar um fim nessa violência. É demais o que está acontecendo", disse Haddad.

O candidato Jair Bolsonaro também repudiou a violência e, na quinta-feira (11) disse que dispensa o voto de eleitores que cometem tais atos: "Dispensamos esse tipo de voto. Não queremos a violência de quem quer que seja, tenha votado em mim ou não, cometeu crime, vai ter que pagar", disse Bolsonaro.


“Agem de forma correta, porque a omissão equivale a dar um sinal verde a quem será governado de que essas manifestações são legítimas. Nunca são. É preciso ter consciência de que o preço a pagar será muito alto: o descontrole social decorrente da violência disseminada é extremamente arriscado, corrosivo, para qualquer governo. Eleição não é unção. A legitimidade do poder político só acontece quando o eleito consegue se impor como líder em um ambiente pacificado e democrático. Não deve interessar a ninguém seguir um caminho diferente”.

GIRO POLÍTICO (ÁGUAS BELAS) – Genivaldo mostra que tem prestígio e é o estadual mais votado – Prefeito LUIZ AROLDO vence no federal que é o mais votado

A imagem pode conter: Genivaldo Menezes Delgado, sorrindo

E depois do rompimento entre o prefeito Luiz Aroldo (PT) e o ex-prefeito e principal cabo eleitoral seu em 2016, Genivaldo Menezes (PCdoB), os dois foram as urnas e se testaram perante o eleitorado cada um do seu lado.

Candidato a deputado estadual, Genivaldo mostrou que tem prestigio e votos para bater qualquer um em Águas Belas e mesmo não tendo sido eleito deputado estadual conseguiu ser o mais votado do município. Nas redes sociais o ex-prefeito agradeceu os votos, aproveitou para cutucar seu ex-protegido e se despediu com um “até 2020”.

Já o prefeito Luiz Aroldo, também conseguiu mostrar que possui seguidores e fez do seu federal, Carlos Veras o mais votado. A política em Águas Belas mostra que será bastante disputada nas próximas eleições. Luiz Aroldo e Genevaldo Menezes juntos parecem imbatíveis, já separados deverá ganhar quem tiver uma capacidade de articulação mais aguçada.
Alcindo é o 1º vereador de Garanhuns a registrar candidatura a presidência do legislativo


Passado as eleições estaduais, o foco agora em vários municípios será a sucessão na presidência das câmaras municipais, que em sua maioria ocorrerão até o final do mesmo de dezembro de 2018. Os eleitos comandarão as respectivas câmaras no biênio 2019/2020.

Em Garanhuns, o vereador Alcindo Correia (PCdoB), líder do governo Izaías Régis na câmara, foi o 1º parlamentar da casa Raimundo de Moraes a registrar sua candidatura à presidência. A eleição ocorre na próxima quinta-feira (18) e deve mexer ainda mais com os ânimos políticos.

Alcindo é vereador em Garanhuns desde janeiro de 2013 e foi um dos principais articuladores da candidatura vitoriosa do também vereador Audálio Ramos naquele ano. Depois, votou e participou ativamente da vitória de Gersinho Filho (2015/2016) e de Carla de zé de Vilaço (2017/2018), que é a atual presidente. Pelo histórico de companheirismo é esperado que agora seja a vez de Alcindo, o que não afasta é claro que a disputa deverá ser bastante disputada resolvendo-se apenas nos últimos dias.

Mesmo com uma forte oposição, o prefeito Izaías ainda tem a maioria dos vereadores ao seu lado e Correia poderá ser o agraciado, já que vem demonstrando bastante habilidade política tanto dentro como fora do legislativo.
Em PARANATAMA juventude que apoiou Marília Arraes comemora resultado positivo


Sem capital político até o último domingo, o professor e profissional de Educação Física, Natercio Roldão mostrou a força da juventude de Paranatama. Mesmo sendo de família tradicionalmente política na cidade, nunca havia colocado a cara para pedir votos e decidiu a pouco menos de um mês das eleições apoiar o nome de Marília Arraes ao congresso nacional.

Com a divisão política entre os grupos do ex-prefeito, Zé Teixeira e do atual prefeito, Valmir do Leite, especulava-se que o apoio de Natercio e alguns jovens à Marília não iria passar dos 100 votos, já que a disputa estava concentrada entre os dois maiores grupos.

Levando em consideração o fato de não ter nenhum político junto ao grupo, a surpresa veio com o fim da apuração dos votos, ficando a neta de Arraes com 328 votos. Marília teve mais votos em Paranatama do que em outros 14 municípios do agreste meridional (confira matéria AQUI), o que foi motivo de muitos agradecimentos de Natercio ao povo que confiaram em suas palavras.

Segue a nota de agradecimento ao povo de Paranatama:

Agradeço primeiramente ao meu bondoso Deus, em seguida aos meus 328 amigos(as) de Paranatama que confiaram nas propostas de Marília Arraes apresentadas por mim, um simples cidadão e eleitor. Lutamos, sofremos e conquistamos a vaga no congresso nacional com quase 200 mil votos.

Muito obrigado a todos, não tenho palavras para agradecer a confiança, respeito e consideração que tiveram por mim.

A resposta do povo foi federal!!!
Obrigado Paranatama!
GIRO POLÍTICO (GARANHUNS) – Sivaldo Albino, Audálio Ramos, Tonho de Belo e Alcindo Correia saem MAIORES das eleições 2018 – Mesmo com derrota Armando Monteiro foi majoritário


Não é toda vez que se consegue sair vitorioso das eleições. Um bom político tem que saber de “có” o perfil dos eleitores de sua localidade e foi justamente nesse ponto que o prefeito Izaías Régis acabou sucumbindo no discurso que ele mesmo ajudou a criar.

Bom para Sivaldo Albino (PSB), seu principal adversário, que além de ser o estadual majoritário em Garanhuns, deverá assumir o mandato de deputado, puxado pela estrondosa votação que a delegada Gleide Ângelo (PSB) obteve. Aliás, o PSB de Paulo Câmara, também fez de João Campos (dobradinha com Sivaldo) o deputado federal mais votado da cidade das flores. Sivaldo deverá ser um fortíssimo candidato a prefeito em 2020, principalmente se unir os oposicionistas no município.

A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé, barba e atividades ao ar livreComo ele mesmo descreveu nas redes sociais “uma campanha sem recursos”, o vereador Audálio Ramos (DC), segurou a “pecha” que não votaria em candidato forasteiro, manteve a coerência, candidatou-se a estadual e foi o segundo mais votado do município, batendo inclusive Álvaro Porto. Audálio certamente tem o sonho de ser candidato a prefeito em 2020, já que Izaías deverá apresentar seu sucessor.

Outro parlamentar da “terra da garoa” que se deu bem foi Tonho de Belo. Vereador em seu primeiro mandato, Tonho formou um pequeno grupo, com destaque para Rafael Peixoto (presidente do PP municipal). O grupo conseguiu dar uma boa votação à Luciano Bivar (2.857 votos), ele que é presidente estadual do PSL, partido de Jair Bolsonaro.

Alcindo Correia (PCdoB), mostrou que não tem medo de cara feia e que tem votos e prestigio junto a seu eleitorado, pegou um deputado estadual desconhecido do povo garanhuense no início da campanha, fez movimentos e conseguiu sozinho, dar mais de 700 votos a Zé Maurício (PP). Em São Pedro (de onde Alcindo é natural), Zé Maurício conseguiu expressiva votação.

Mesmo sendo vítima do seu próprio discurso “Garanhuns não vota em forasteiro”, que inclusive implodiu uma candidatura de Antonio João Dourado a prefeito em 2012, o prefeito Izaías Régis (PTB), conseguiu mostrar todo seu prestigio na votação dada à Armando Monteiro (PTB).

Imagem relacionada

Mesmo sendo derrotado com larga escala para Paulo Câmara, Armando conseguiu uma grande vitória em Garanhuns, puxado principalmente pela boa aceitação que Izaias possui na “Suíça pernambucana”.

Agora é esperar para ver quem será escolhido sucessor de Izaías e como irá se comportar os vereadores que são seus aliados na câmara para 2020.
DATAFOLHA 2º TURNO – Bolsonaro tem 58% dos votos válidos, Haddad 42%

Resultado de imagem para bolsonaro arma

O Datafolha divulgou nesta quarta-feira (10) o resultado da primeira pesquisa do instituto sobre o segundo turno da eleição presidencial. O levantamento foi realizado nesta quarta, dia 10, e tem margem de erro de 2 pontos, para mais ou para menos.

Nos votos válidos, os resultados foram os seguintes:

Jair Bolsonaro (PSL): 58%
Fernando Haddad (PT): 42%
Os votos de Marília Arraes no agreste meridional – somente Saloá, Garanhuns e Caetés romperam a barreira dos MIL VOTOS

Resultado de imagem para marilia agradece votos

Candidata a deputada federal pelo PT, mesmo depois de ter sua candidatura rifada à governadora, Marília Arraes conseguiu ser a 2ª deputada federal mais votada de Pernambuco com pouco mais de 193 mil votos. Com uma campanha com poucos recursos, a neta de Miguel Arraes, levou o PT de volta a câmara federal.

No agreste meridional, Marília conseguiu somar quase 11 mil votos nos municípios analisados. Os destaques ficam por conta de Garanhuns, onde obteve 2.721 votos. Caetés, onde obteve 1.215 com o apoio do vereador Jocelino Ferreira e seu grupo político. Em Saloá Marília obteve 1.075 votos, com o apoio de Wellington Freitas, os vereadores Zé e Valdir e todo grupo. Em Saloá, a neta de Arraes também teve o apoio da vice-prefeita.

A partir de janeiro, quando assume seu mandato na câmara federal, a região do agreste meridional deverá ser beneficiada com projetos e emendas da parlamentar, que deverá liderar a bancada de oposição ao governador Paulo Câmara (PSB).

Garanhuns 2721, Caetés 1215, Saloá 1075, Brejão 154, Terezinha 50, Paranatama 328, Águas Belas 168, Angelin 670, Jupi 154, Capoeiras 205, Lagoa do Ouro 481, Correntes 93, Iati 318, Palmerina 57, Pedra 333, Venturosa 245, Bom Conselho 573, Calçado 139, Canhotinho 158, Itaíba 711, Jucati 95, Jurema 84, Lajedo 465.

Vale destacar ainda os apoios recebidos em Itaíba (Mônica Martins), Bom Conselho (Robério Paes), Angelin (vereador Oliveira) e Lagoa do Ouro (vereador Luciano Torres).

GIRO POLÍTICO (BREJÃO) – Beta Cadengue vence com folga, mas OPOSIÇÃO mostra que tá viva


Em Brejão, terra dos “Cadengues”, a prefeita Beta Cadengue (PSB), que é filha de Sandoval Cadengue, conseguiu fazer sem problemas seus deputados majoritários no município. Os governistas conseguiram uma boa margem de votos, principalmente com João Campos (PSB) como o federal apoiado pelo grupo.

Por outro lado a oposição, que foi liderada pelo ex-prefeito, Ronaldo Ferreira (PTB), Paulo Moraes e Jânio Moraes, esse último é vereador, conseguiram uma boa votação para seus deputados e conseguiram ficar acima dos mil votos, tanto no federal como no estadual. O time ainda é composto pelos vereadores, Joatham Bezerra e Adevânio, além do ex-candidato a prefeito, Janduy Bezerra.

O foco agora, segundo os primos Moraes, é construir uma candidatura a prefeito sólida e alguns nomes já começam a ser ventilados, como é o caso do próprio Janduy Bezerra, Paulo Moraes (foi candidato a vice) e do empresário Rossano, Rubinho da FEMAQ.
GIRO POLÍTICO (CAETÉS) – Prefeito é majoritário e Jocelino Ferreira se fortalece como líder da oposição


Em Caetés, terra do presidente Lula, onde Haddad teve mais de 10 mil votos, o prefeito Armando Duarte conseguiu uma expressiva votação para seus deputados, conseguindo derrotar todos os opositores juntos. Bom para o atual vereador e líder da oposição na câmara, Jocelino Ferreira (PSB).

No início da campanha, Jocelino preferiu marchar sozinho com Marília Arraes e Beto Acioly. Depois de desentendimentos Benedito (ex-candidato a prefeito em 2016), e dois outros vereadores ficaram com Wolney Queiroz e Mancantonio Filho. Ao final do pleito eleitoral, Jocelino ao lado dos companheiros, Carlos da Cooperativa, Sandoval Melo e Adelmo Bernardo junto ao suplente João do gás conseguiram ficar em 2º lugar na votação.

Marília passou com folga dos mil votos e Beto ficou próximo. Com o resultado, Jocelino prova que é o líder da oposição. O grupo de Benedito ficou em 3º lugar e Zé da Luz conseguiu bons votos para seus deputados.
GIRO POLÍTICO - Zé Teixeira bate o prefeito Valmir do Leite no federal e Enilda Leonel é o fiel da balança em PARANATAMA – Zelandyo também sai fortalecido


Quatro grupos políticos entraram em rota de disputa em Paranatama nas últimas eleições. Enilda Leonel (PTB), aliou-se com o prefeito Valmir do Leite (PSB), só que continuou apoiando seu deputado federal, Silvio Costa (PRB). Por conta da união houve um racha e o ex-prefeito Zé Teixeira, afastou-se do governo municipal e teve candidatura própria com seus deputados, o mesmo ocorreu com Zelandyo.

Após fechar as urnas o que se viu foi que no deputado estadual Valmir e Enilda unidos conseguiram fazer Augusto César (que não se elegeu) majoritário no município. Já no federal, o ex-prefeito Zé Teixeira conseguiu fazer de João Campos (PSB) majoritário no município, batendo assim Danilo Cabral candidato de Valmir. A vitória de Zé Teixeira, seu filho e todo o grupo, liga um alerta no grupo da situação e automaticamente fez Enilda se torna o fiel da balança.

Quem também conseguiu sair fortalecido das eleições, foi Zelandyo Silva. Candidato a vice-prefeito nas últimas eleições, Zelandyo conseguiu uma boa votação para seus deputados, principalmente no distrito do Brejo Velho e do Posto Alto da Serra.

Pelo que se viu, as eleições de 2020 prometem ser bastante acirradas.
Adriano Campos consegue boa votação em Terezinha e deverá ser o candidato a prefeito da oposição em 2020


Após o término das eleições no último domingo (07), o foco agora é as eleições municipais de 2020. Situação e oposição já fazem as contas para verem quem saiu fortalecido ou quem diminuiu seu cacife político.

Na cidade de Terezinha o vereador, Adriano Campos (PCdoB), junto a Emanuel Alves (presidente do STR), conseguiram uma boa votação para seus candidatos, Wolney Queiroz (PDT) e Doriel Barros (PT), ambos ficaram acima dos 700 votos e conseguiram bater com folga os candidatos de Nadir Ferro (ex-candidata a prefeita do município).

Adriano e Emanuel, como já era esperado ficaram atrás apenas dos candidatos apoiados pelo prefeito Matheus Martins (PSB).

Com o resultado, Adriano Campos deverá ser alavancado como futuro candidato a prefeito da oposição em 2020 e Emanuel Alves esperasse que suceda seu amigo no legislativo, com o apoio total dos deputados eleitos.
NOTA DE FALECIMENTO – Faleceu o sr. Manassés Areias

Na foto: Sr. Manassés e seu filho Jânio Areias

É com pesar que a esposa, Maria Isabel Areias (Dona Bezinha), os filhos Jailson Areias, Jânio Paulo Areias, Zélia Areias e Zilda Areias, netos, noras, genros e demais parentes, comunicam o falecimento do Senhor Manassés Areias, 80 anos, ocorrido às 16h da tarde deste domingo (30), vítima de um infarto fulminante.

A família informa que o corpo está sendo velado em sua residência no sítio São Serafim, zona rural de Saloá/PE, nas proximidades do povoado São Serafim, de onde sairá o féretro para o sepultamento que acontecerá às 16h desta segunda (10), para o cemitério Santa Quitéria.

A família Vicente/Areias agradecem a todos que compareceram a este ato de fé e irmandade cristã. O Sr. Manassés deixa uma grande família em Saloá, sendo uma pessoa bastante conhecida e querida por todos. (texto editado do blog Saloá Notícias)
Com muita alegria, Alcindo Correia e Zé Maurício realizaram caminhada em São Pedro


Foi com muita alegria que o distrito de São Pedro, no município de Garanhuns, recebeu no último sábado (29), a visita do deputado e candidato à reeleição, Zé Maurício 11111. Ao lado do vereador Alcindo Correia, Zé percorreu todo o distrito e pode sentir o carinho e respeito que a população nutre por Alcindo.


Acompanhado por sua esposa, Olga – que participou de tradicional caminhada ao lado das mulheres do distrito –, Zé Maurício em seu discurso em praça pública, enfatizou o desejo de ajudar ainda mais o desenvolvimento de São Pedro. “Nem toda sede de municípios em Pernambuco, tem a estrutura e a qualidade de vida visto por mim em São Pedro, que é fruto do trabalho do vereador Alcindo junto ao prefeito Izaías Régis e eu quero me juntar e fazer parte do desenvolvimento do lugar”, disse o deputado.


Zé Maurício vem de uma longa tradição política na ALEPE. Seu pai foi deputado estadual por sete (07) mandatos, foi deputado federal, presidente da câmara dos deputados e prefeito por duas oportunidades de João Alfredo. Sua irmã também já foi deputada estadual. Está em seu segundo (2º) mandato e tem tudo para ser reeleito e emplacar sua terceira vitória consecutiva.

Alcindo Correia é vereador na cidade de Garanhuns em seu 2º mandato, é natural do distrito de São Pedro e além de Zé Maurício, apoia Silvio Costa Filho para a câmara Federal, Mendonça e Silvio Costa para o senado, Armando para governador e Haddad presidente.
Campanha de Marília em Paranatama ganha apoio nas redes sociais

A campanha partidária começou oficialmente no dia 16 de agosto e, diferentemente de antigamente, agora as propostas dos políticos são mostradas nas redes sociais, como Facebook e Instagram.

Entre os candidatos a Câmara Federal por Pernambuco, Marília Arraes (PT), que disputa o cargo pela primeira vez e em Paranatama está sendo apoiada por Natercio Roldão, tem ganhado destaque nas redes sociais dos eleitores Paranatamenses.

A vereadora foi lançada como pré-candidata ao governo estadual, mas teve sua candidatura barrada pela direção nacional do PT em um acordo que garantiu a neutralidade do PSB na eleição presidencial. Ação que fez com que muitos eleitores resolvessem apoiar Marília como um ato de resposta a esse acordo político.

Com apoio voluntário no município a juventude toma as redes, repercutindo com postagens e curtidas. Marília Arreas está sendo apresentada como uma nova alternativa contra os políticos tradicionais.