Escândalos de corrupção chegam até BOLSONARO e família

/ 08 dezembro
Escândalos de corrupção chegam até BOLSONARO e família

Resultado de imagem para bolsonaro
Paladino da moral e do discurso anticorrupção nem assumiu e vê família atolada em escândalo envolvendo ex-assessor em movimentações atípicas de R$1,2 milhão

Veículos das Organizações Globo, que vinham fazendo cobertura discreta do escândalo envolvendo a família Bolsonaro, entraram com tudo no caso neste sábado (08), com várias reportagens no O Globo Online e no jornal Hoje da TV Globo depois do meio dia. O Jornal Nacional da sexta-feira (07) dedicou sete minutos ao caso, que está sendo chamado por parte da imprensa de “Bolsogate”, em referência a famoso escândalo americano, que derrubou o presidente Nixon em 1972

Uma das reportagens diz que um ex-assessor do deputado estadual Flávio Bolsonaro (PSL), o subtenente da Polícia Militar Fabrício José de Carlos Queiroz, recebeu depósitos em espécie e por meio de transferências de oito funcionários que já foram ou estão lotados no gabinete do parlamentar. De acordo com as investigações da Operação Furna da Onça, houve uma movimentação atípica de R$ 1,2 milhão entre 01/01/2016 e 31/01/2017 na conta do ex-assessor.

A movimentação de dinheiro atípica, pelo ex-assessor de Flávio Bolsonaro, foi descoberta pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF). O escândalo, noticiado em primeira mão pelo jornal Estado de São Paulo, também tomou conta dos principais veículos da mídia tradicional ou digital e está na Folha de São Paulo, Portal UOL, Portal G1, Brasil 247, Revista Veja e demais órgãos de imprensa.

Jornal O Globo, da família Marinho, mostra que os laços que uniam Fabrício José de Carlos Queiroz e o clã Bolsonaro iam muito além das atividades parlamentares - incluía churrasco e futebol.

Uma das reportagens do jornal carioca conta como Queiroz, como é conhecido, foi ficando íntimo da família. "Ganhou primeiro a confiança do presidente eleito, Jair Bolsonaro, antes de ir, há mais de dez anos, trabalhar no gabinete do deputado estadual Flávio Bolsonaro, o filho mais velho de Jair. A exoneração do subtenente só veio em 15 de outubro deste ano", relata.

Mas os laços familiares foram além. "A mulher de Queiroz, Márcia Oliveira de Aguiar, e duas filhas, de um total de quatro, também foram lotadas no gabinete de Flávio.

Márcia tinha salário bruto de R$ 9.835 entre março de 2007 a setembro do ano passado. Nathália Melo de Queiroz, uma das filhas, trabalhou, entre setembro de 2007 a fevereiro de 2011, no gabinete da vice-liderança do PP, partido de Flávio à época, com salário de R$ 6.490. Depois, passou pelo Departamento Taquigráfico e Debates e, em agosto de 2011, foi para o gabinete de Flávio, com salário de R$ 9.835, onde ficou até dezembro de 2016", conta.

Coincidentemente, Nathália deixou o cargo no mesmo dia em que o pai pediu exoneração, em 15 de outubro deste ano. Jair Bolsonaro falou sobre o caso suspeito, justificando que o dinheiro repassado a sua mulher pelo motorista do filho, no valor de R$ 24 mil, foi fruto de um empréstimo feito por ele ao ex-assessor de Flávio.

Futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro foi abordado pela imprensa sobre o assunto, mas preferiu evitar o tema. Texto extraído do blog do Roberto Almeida.
Escândalos de corrupção chegam até BOLSONARO e família

Resultado de imagem para bolsonaro
Paladino da moral e do discurso anticorrupção nem assumiu e vê família atolada em escândalo envolvendo ex-assessor em movimentações atípicas de R$1,2 milhão

Veículos das Organizações Globo, que vinham fazendo cobertura discreta do escândalo envolvendo a família Bolsonaro, entraram com tudo no caso neste sábado (08), com várias reportagens no O Globo Online e no jornal Hoje da TV Globo depois do meio dia. O Jornal Nacional da sexta-feira (07) dedicou sete minutos ao caso, que está sendo chamado por parte da imprensa de “Bolsogate”, em referência a famoso escândalo americano, que derrubou o presidente Nixon em 1972

Uma das reportagens diz que um ex-assessor do deputado estadual Flávio Bolsonaro (PSL), o subtenente da Polícia Militar Fabrício José de Carlos Queiroz, recebeu depósitos em espécie e por meio de transferências de oito funcionários que já foram ou estão lotados no gabinete do parlamentar. De acordo com as investigações da Operação Furna da Onça, houve uma movimentação atípica de R$ 1,2 milhão entre 01/01/2016 e 31/01/2017 na conta do ex-assessor.

A movimentação de dinheiro atípica, pelo ex-assessor de Flávio Bolsonaro, foi descoberta pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF). O escândalo, noticiado em primeira mão pelo jornal Estado de São Paulo, também tomou conta dos principais veículos da mídia tradicional ou digital e está na Folha de São Paulo, Portal UOL, Portal G1, Brasil 247, Revista Veja e demais órgãos de imprensa.

Jornal O Globo, da família Marinho, mostra que os laços que uniam Fabrício José de Carlos Queiroz e o clã Bolsonaro iam muito além das atividades parlamentares - incluía churrasco e futebol.

Uma das reportagens do jornal carioca conta como Queiroz, como é conhecido, foi ficando íntimo da família. "Ganhou primeiro a confiança do presidente eleito, Jair Bolsonaro, antes de ir, há mais de dez anos, trabalhar no gabinete do deputado estadual Flávio Bolsonaro, o filho mais velho de Jair. A exoneração do subtenente só veio em 15 de outubro deste ano", relata.

Mas os laços familiares foram além. "A mulher de Queiroz, Márcia Oliveira de Aguiar, e duas filhas, de um total de quatro, também foram lotadas no gabinete de Flávio.

Márcia tinha salário bruto de R$ 9.835 entre março de 2007 a setembro do ano passado. Nathália Melo de Queiroz, uma das filhas, trabalhou, entre setembro de 2007 a fevereiro de 2011, no gabinete da vice-liderança do PP, partido de Flávio à época, com salário de R$ 6.490. Depois, passou pelo Departamento Taquigráfico e Debates e, em agosto de 2011, foi para o gabinete de Flávio, com salário de R$ 9.835, onde ficou até dezembro de 2016", conta.

Coincidentemente, Nathália deixou o cargo no mesmo dia em que o pai pediu exoneração, em 15 de outubro deste ano. Jair Bolsonaro falou sobre o caso suspeito, justificando que o dinheiro repassado a sua mulher pelo motorista do filho, no valor de R$ 24 mil, foi fruto de um empréstimo feito por ele ao ex-assessor de Flávio.

Futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro foi abordado pela imprensa sobre o assunto, mas preferiu evitar o tema. Texto extraído do blog do Roberto Almeida.
Continue lendo
A urgência, urgentíssima de Garanhuns - Governo e Oposição mostram suas armas

Resultado de imagem para camara de garanhuns

Desde a última quarta-feira (05) que não se fala outra coisa nos principais blogs e rádios de Garanhuns a não ser a tão – na visão de alguns – famigerada, URGÊNCIA, URGÊNTISSIMA na aprovação de projetos na câmara de vereadores de Garanhuns. Governo e Oposição travaram acalorados debates no plenário representados pelo líder do Governo, vereador Alcindo Correia e pela líder da Oposição na pessoa da vereadora Betânia da Ação Social.

Abaixo reproduzo na íntegra matéria do blogueiro e jornalista Carlos Eugênio, por analisar e entender que foi quem melhor sintetizou o debate mostrando os dois lados da discussão e contando um pouco da história dos parlamentares envolvidos na celeuma.

DO BLOG DO CARLOS EUGÊNIO - A tramitação de projetos oriundos do Poder Executivo na Câmara de Vereadores de Garanhuns gerou um acalorado debate entre a vereadora Betânia Monteiro (PTB), que integra a Oposição, e o Vereador Alcindo Correia (PCdoB), líder do Governo Municipal na Câmara.

As Matérias foram apreciadas em regime de Urgência-Urgentíssima, porém, a Vereadora= discordou da ação. É que no entendimento de Betânia, apesar de estar previsto no Regimento Interno da Câmara, a tramitação dos Projetos nesse regime atrapalha a análise dos assuntos votados. Porém, ao usar da palavra, Alcindo lembrou que quando integrava a bancada governista, Betânia não discordava desse tipo de tramitação. “Quando a Senhora assina é certo. Quando não assina é errado!”, observou o Parlamentar, que foi além e disparou: “quando Vossa Excelência (Vereadora Betânia) era Governo, tudo era bom, tudo era uma maravilha. Agora nada presta! Em um ano e pouco já mudou tudo isso?”, questionou Correia.


Da pauta legislativa, a discussão migrou para os interesses pessoas. Em certo momento da reunião realizada na manhã de ontem, dia 5, na Câmara de Garanhuns, a vereador Betânia Monteiro acusou Alcindo de defender os projetos do Governo de Governo, sobretudo a tramitação com urgência, por interesse próprio, já que, segundo Betânia, um filho do Vereador Alcindo, foi indicado para a função de Sub-prefeito de São Pedro.


Em resposta, Alcindo fez questão de explicar as particularidades da função de Líder do Governo e cutucou Betânia, sugerindo que Ela teria sido eleita por conta da estrutura da Secretaria de Assistência Social. “Se não fosse esse Governo, Vossa Excelência não estaria aqui (na Câmara). Se não fosse a Secretaria (de Assistência Social), Vossa Excelência não estava aqui não”, registrou Alcindo. “Não devo nada ao Gestor do Município e nem ele a mim (...); tive a oportunidade de trabalhar no Município sim, mas meu trabalho foi digno, foi reconhecido”, observou Betânia, ao usar da palavra após Alcindo.

Vale registrar que a vereadora Betânia Monteiro trabalhou na Secretaria de Assistência Social entre os anos de 2013 e 2016, adotando, inclusive, o nome Betânia da Ação Social durante a campanha de 2016 e até os dias atuais. Já o Distrito de São Pedro (imagem ao lado), desde 2015, sempre teve pessoas ligadas ao Vereador Alcindo Correia exercendo a função de Sub-prefeitos, todos realizando trabalhos reconhecidos pela Comunidade Local.
PRECATÓRIOS DO FUNDEF – TCU diz que dinheiro não pode ser usado para pagar professores

Resultado de imagem para professor sofrido

Prefeitos do Brasil devem estar comemorando a decisão que impõe duro golpe nos educadores

O Tribunal de Contas da União (TCU) decidiu nesta quarta-feira, 5, que as verbas que a União deve a Estados por ter deixado de completar recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef) — que podem chegar a R$ 95 bilhões — não podem ser utilizadas para pagamento de salários, dívidas trabalhistas ou bônus a professores ou servidores públicos.
O Fundef é o antecessor do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb). O período em que a União deixou de complementar os valores foi entre 1998 e 2006. O direito de os Estados receberem a verba do governo foi reconhecido em diversas decisões do Supremo Tribunal Federal (STF). O governo ainda tenta reversão em um recurso na Suprema Corte, em um processo paralelo ao que corre no TCU.
Resultado de imagem para prefeitos caricatura farra do dinheiroA Corte de Contas já havia suspendido em julho a possibilidade de pagamento a professores sob a argumentação de que, como a verba é indenizatória e extraordinária, não deveria haver uma vinculação de 60% do Fundeb que é prevista normalmente, para remuneração regular, a profissionais da educação. No julgamento de mérito nesta quarta-feira, 5, reafirmou o entendimento e frisou que os valores devem ser aplicados no na manutenção e desenvolvimento do ensino (MDE), em investimento na educação básica pública.
Essa limitação só diz respeito aos recursos do passado. Os valores novos que atualmente seguem ingressando no Fundeb continuam com a previsão de utilização de 60% para pagamento de professores. 
O julgamento manteve também a proibição de que os valores do Fundef sejam utilizados para pagamento de honorários advocatícios, o que já foi considerado inconstitucional em outro processo analisado pelo tribunal. Os diferentes processos dentro do TCU foram abertos diante de indícios de irregularidades na aplicação dos recursos — o que não foi discutido no julgamento do dia.
O TCU decidiu também recomendar aos Estados beneficiários dos precatórios do Fundef elaborem plano de aplicação dos recursos compatível com as diretrizes definidas pelo tribunal, com o Plano Nacional de Educação, com os objetivos básicos das instituições educacionais e com os respectivos planos estaduais e municiais de educação, especificando os valores envolvido nas ações que vierem a ser realizadas.
Em seu posicionamento, o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), que gere os recursos regulares do Fundeb, discordou do veto ao uso dos valores dos precatórios (pagamentos devidos pela União após condenação definitiva da Justiça) para pagamento de remuneração de professores, mas concordou com as outras restrições.
Um dos precedentes que o TCU levou em conta foi que o Supremo negou, recentemente, em decisão liminar (provisória) do ministro Luís Roberto Barroso, um pedido de um sindicato para que os precatórios fossem utilizados ao pagamento de professores.
O STF ainda analisará ações protocoladas no sentido de garantir o direito dos Professores. Fonte: Estadão
Ao lado de FHC e HUCK, Fernando Rodolfo participa de aniversário e capacitação

Ao lado de FHC e Huck, Fernando Rodolfo participa do aniversário do RenovaBR

O jornalista e deputado federal eleito, Fernando Rodolfo (PHS), participou na noite da última terça-feira (04), da festa de aniversário do movimento de renovação política RenovaBR. Fernando Rodolfo esteve ao lado do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e do apresentador Luciano Huck. 

Durante o dia, Rodolfo participou de uma capacitação para o exercício do mandato parlamentar, realizado pelo movimento RenovaBR. Desde que foi eleito o jornalista tem feito uma verdadeira maratona em busca de conhecimento e capacitação para exercer o seu mandato que começa a partir de fevereiro do ano que vem. 

Antes mesmo de ter assumido o mandato que lhe foi outorgado em outubro último pelos pernambucanos, Fernando Rodolfo já andou se articulando em Brasília junto a lideranças políticas e a ministérios para viabilizar recursos para obras de infraestrutura e na área de saúde para as cidades de Garanhuns e caruaru. Fonte da notícia e fotos: blog Garanhuns Notícias.
IATI – Câmara julga prestações de contas de ex-prefeito na quarta (12)

Resultado de imagem para pe jorge prefeito de iati

A câmara de vereadores de Iati, que é presidida pelo vereador, Danilo de Zé Gago (PTC), prepara-se para julgar as contas do ex-prefeito, Pe Jorge (PTB) na próxima quarta-feira (12). O parecer do TCE aponta diversas falhas na prestação de contas e pede a rejeição das mesmas por parte dos vereadores.

As contas são referentes ao ano base de 2014 e a votação deve lotar as dependências da câmara. Até o fechamento desta matéria não sabemos informar se o ex-prefeito apresentou defesa à câmara. Caso não apresente defesa relativo as prestações de suas contas o poder legislativo é quem constitucionalmente tem o direito de fazer através de sua assessoria jurídica.

Jorge de Melo Elias, o Pe Jorge, comandou o município de Iati entre os anos de 2013 à 2016, quando foi derrotado pelo atual prefeito, Tonho de Lula (PSB), que era seu vice. O resultado da eleição foi judicializado por conta da debandada política do palanque do padre, que terminou a eleição com apenas 212 votos.
Populares lançam candidatura de Zé Maurício a prefeito de João Alfredo

Resultado de imagem para ze mauricio e severino cavalcanti

Deputado com apoios no agreste meridional (Saloá e Garanhuns), Zé Maurício (PP), segundo o blogueiro e ex-vereador, Manuel Mariano, que também já foi candidato a prefeito em Orobó, vem tendo seu nome ventilado para ser candidato a prefeito de João Alfredo, sua terra natal.

MANUEL MARIANO - Em visita recente a cidade de João Alfredo, ouvi diversos populares, lançando a candidatura do deputado estadual Zé Maurício, filho da terra, a prefeito da “cidade feliz” em 2020. Não se sabe ainda se o parlamentar aceitará a tal missão ou não, mas uma coisa é certa: está na boca do povo. João Alfredo sonha com a candidatura do Zé para o poder executivo. 

Muitos disseram que esta será a vez do Zé Maurício, tendo em vista a trajetória do seu pai, Severino Cavalcanti, que fora prefeito de João Alfredo por dois mandatos, elegeu o seu filho Junior Cavalcanti para o mesmo cargo por duas ocasiões. Como também, elegeu outros prefeitos em tempos passados.

Conseguiu ser deputado estadual por sete (07) mandatos consecutivos e deputado federal por três (03) mandatos consecutivos, elegeu a sua filha Ana Cavalcanti, deputada estadual, num momento em que ninguém acreditava, e, elegeu o seu filho, posteriormente, Zé Maurício deputado estadual por dois mandatos consecutivos. 

Portanto, com essa sua trajetória, Severino Cavalcanti, tem grandes possibilidades para eleger o seu filho Zé Maurício, prefeito da cidade de João Alfredo, a conhecida cidade feliz.

Nas conversas em que pude ouvir, também as pessoas falavam das qualidades do deputado, um homem íntegro, de palavra, de fácil acesso, conciliador, gosta de ouvir e teve dois exitosos mandatos na Assembleia Legislativa de Pernambuco.

O Zé Maurício é uma pessoa tão legal, que dos 49 deputados estaduais da ALEPE, como também, o Governador Paulo Câmara, (do qual ele sempre foi aliado de primeira hora), todos gostam e têm grande apreço por Ele.  Por tudo isto, na avaliação dos populares joãoalfredense, já é uma questão “sagrada” a eleição de Zé.
Pobreza e pobreza extrema aumentam no BRASIL diz IBGE

Pesquisa do IBGE mostrou que todas as faixas de pobreza tiveram aumento no Brasil na passagem de 2016 para 2017 — Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Em apenas um ano, o Brasil passou a ter quase 2 milhões de pessoas a mais vivendo em situação de pobreza. A pobreza extrema também cresceu em patamar semelhante. É o que mostra a Síntese de Indicadores Sociais (SIS), divulgada nesta quarta-feira (5) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

De acordo com a pesquisa, em 2016 havia no país 52,8 milhões de pessoas em situação de pobreza no país. Este contingente aumentou para 54,8 milhões em 2017, um crescimento de quase 4%, e representa 26,5% da população todal do país, estimada em 207 milhões naquele ano (em 2016, eram 25,7%).

Já a população na condição de pobreza extrema aumentou em 13%, saltando de 13,5 milhões para 15,3 milhões no mesmo período. Do total de brasileiros, 7,4% estavam abaixo da linha de extrema pobreza em 2017. Em 2016, quando a população era estimada em cerca de 205,3 milhões, esse percentual era de 6,6%.

Reportagem completa na Globo.com AQUI.
ASSOCIAÇÃO DE BLOGUEIROS DE PERNAMBUCO PARTICIPAM DE ENCONTRO NACIONAL DE PROTEÇÃO À COMUNICADORES EM SÃO PAULO


A Associação dos Blogueiros de Pernambuco (AblogPE), por meio do seu atual presidente, Paulo Fernando, representará o Estado no "Encontro Nacional de Proteção a Comunicadores", que será realizado entre os dias 04 e 05 de deste mês em São Paulo. O evento tem o objetivo de debater assuntos como a "Censura e criminalização de comunicadores", "Violência contra comunicadores no país" e entre outros temas importantes no que diz respeito a Comunicação Social.

"Esse encontro é importante para conscientizar nós comunicadores sobre os desafios que temos que enfrentar durante a execução do nosso trabalho, que é informar. Há uma criminalização de comunicadores e principalmente aos blogueiros. É um assunto sério e temos que saber formas de denunciar todo tipo de violência, antes de haver mais vítimas", afirmou Paulo Fernando, presidente da AblogPE. 

O encontro será realizado, por meio de uma parceria entre as instituições Artigo 19, Instituto Vladimir Herzog, Repórteres Sem Fronteira, ABRAJI e Intervozes, no Itaú Cultural, na Avenida Paulista, 149, Bela Vista, São Paulo.
Oposição cobra data de pagamento do 13º salário por parte do governo do estado


A oposição ao governador Paulo Câmara (PSB) na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) protocolou um pedido oficial para que o governo do Estado informe as datas de pagamento do 13º salário dos servidores em 2018. Após o documento ser protocolado no Palácio do Campo das Princesas, a assessoria do Governo do Estado informou ao JC que a Secretaria de Administração está fechando os detalhes e vai anunciar ainda esta semana a data de pagamento do benefício, que será liberado ainda no mês de dezembro.

O 13º salário representa um pagamento extra de R$ 850 mil para os servidores públicos do Estado. Somado às folhas de pessoal de novembro e dezembro, representa um aporte de R$ 2,5 bilhões na economia neste período de final de ano. O abono pode ser pago através de uma parcela única a ser depositada até o dia 20 de dezembro.

Em 2015, o governador Paulo Câmara pagou a primeira parcela do 13º salário no dia 27 de julho e a segunda em 15 de dezembro. Em 2016, o governo liberou metade do benefício no dia 30 de novembro e a outra metade em 20 de dezembro. No ano passado, o 13º salário dos servidores foi pago em uma parcela única no dia 15 de dezembro.

“Espero que seja pago”, explica o líder da oposição na Alepe, Silvio Costa Filho (PRB), que levou o documento até o setor de protocolo do Palácio do Campo das Princesas. “É muito estranho que, diferente de outros Estados que já anunciaram data e até já pagaram, Pernambuco, que sempre pagou em dia, até agora não terem falado nada. O Governo disse lá atrás que poderia pagar até o dia 20 de dezembro. Mas isso prejudica. São quase 200 mil servidores. É um dinheiro que poderia estar sendo injetado no comércio, do micro e pequeno empresário às indústrias”, afirmou.

De acordo com o líder do governo, Isaltino Nascimento (PSB), o Estado vai injetar R$ 2,5 bilhões na economia ao longo de 40 dias. “Para o dessabor de alguns que possam ir contra o Estado, o governo de Pernambuco vai manter o seu pagamento do 13º salário nesse mês de dezembro. Diferente de outros estados como Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Goiás, Paraná, Sergipe e Rio Grande do Norte que nem sequer pagaram os compromissos desse ano”, disse. “Tem gente que está apostando no quanto pior, melhor. Mas, para o dessabor das aves de agouro, Pernambuco vai cumprir a sua obrigação pagando o 13º salário neste mês de dezembro”, disparou o Deputado Socialista. Com informações do blog do Carlos Eugênio.
BOM CONSELHO – Crime de estupro choca a população – Criança tinha apenas 2 anos

Imagem relacionada

Um crime de estupro de uma criança de apenas dois anos de idade, horrorizou os moradores da cidade de Bom Conselho e vem chocando a toda população do agreste. O abuso, segundo a PM, ocorreu na noite deste sábado (01 de dezembro), na Rua J (sem número) no bairro do Vavá, naquele município.

De acordo com as informações policiais, a mãe da vítima (criança), acionou o efetivo e disse que estava bebendo com outros amigos na residência de Severino Matias da Silva Santana, de 41 anos, o acusado. Em um momento de distração, a mãe observou sua filha vindo de um dos quartos da casa toda ensanguentada e nua.

Ao lado, Severino (o monstro) de calças baixas e o pênis ereto. Ele conseguiu fugir do local, mas foi preso e reconhecido pela mãe como o autor do monstruoso ato. 

O acusado foi levado ao hospital onde foi constatado que suas roupas tinham esperma e sangue. Já a menina foi submetida a exame onde foi constatado um forte sangramento vaginal e rompimento do hímen. Ela estava com as roupas ensanguentadas. 

O estado da criança é grave e ela foi levada para o IMIP para verificar se houve dano em algum outro órgão. O estuprador foi levado para a cadeia e autuado em flagrante. Com informações do blog V&C Garanhuns.
1ª Corrida Solidária de Paranatama acontece neste domingo (02)


São esperadas pessoas de diversas regiões do estado de Pernambuco para participarem da Primeira Corrida Solidária de Paranatama. Atletas de Garanhuns, Caetés, Saloá, Canhotinho e Recife estão entre os grupos de corrida que ao lado dos Paranatamenses anfitriões da festa, irão correr pela solidariedade neste domingo (02).

Trata-se de um dos maiores eventos esportivos da história da cidade e que contará com uma grande estrutura que garantirá o conforto e segurança necessária para os corredores.

O evento é mais um dos muitos projetos desenvolvidos pelo Professor de Educação Física Natercio Roldão e Daniel Feitiza em parceria com diversos empresários e amigos da cidade de Paranatama.

SALOÁ – Vereadores cobram realização de concurso na câmara municipal


Na última reunião ordinária de 2019, última sessão a ser presidida pelo vereador Ronaldo Alves (PSDB) que entrega o cargo ao vereador e primo, Júnior de Rivaldo (MDB) que comanda o legislativo em 2019 e 2020, os vereadores da oposição Zé Cabeleireiro (PP) e Valdir Lopes (PRTB), cobraram a realização de concurso público na câmara municipal.

No pedido feito pelos oposicionistas os argumentos são de que a mais de duas décadas que a câmara não fez concurso público, não possui nenhum cargo efetivo em sua organização e a sede do poder legislativo é totalmente operado por cargos contratados e comissionados. “O concurso público é a forma mais eficiente de selecionar os melhores candidatos” disse o vereador Valdir Lopes.

O requerimento foi reprovado pela maioria dos vereadores que estavam presentes a sessão, tendo obtido quatro votos favoráveis (Valdir, Zé, Jamelão e Vilma) e cinco votos contra (Ronaldinho, Júnior, Tisley, Beto e Dudu).

Em contato com os vereadores da oposição, os mesmos informaram que irão apresentar o requerimento no início de 2019, cobrando a realização do certame e caso a câmara insista em negar o pedido irão procurar Ministério Público e Tribunal de Contas.

Qual o argumento para não se realizar um concurso que a mais de 20 anos que não teve? Que faz pouco tempo da realização do último.

Qual o argumento para não se realizar um concurso que terá despesa com contratação de empresa? Para um poder com um orçamento de aproximadamente R$ 1,3 milhões anuais.

Escrito por Wellington Freitas.
Com informações assessoria vereadores da oposição.
Enterro de “Guina” será 10 da manhã desta quinta-feira (30) – Velório acontece na travessa da rua José Florentino Alves

A imagem pode conter: Eguinaldo Santos, chapéu

O velório de “Guina” (Eguinaldo Melo dos Santos), está ocorrendo na travessa da rua José Florentino Alves (próximo da loja de pré-moldados de Neto e Rafa) e o enterro irá acontecer na às 10 da manhã desta quinta-feira (30). Familiares do jovem assassinado inocentemente e covardemente convidam todos os parentes e amigos para o velório e sepultamento.

Guina foi vítima de um crime Passional, por conta de um relacionamento amoroso. Era um cara extremamente gente boa e do bem. Os amigos e familiares revoltados com o crime clamam por justiça.
SALOÁ – Trabalhador foi assassinado inocentemente e covardemente na madrugada da quarta-feira (28)

A imagem pode conter: 1 pessoa, chapéu e close-up

Um crime que choca e revolta toda uma população, principalmente os amigos e familiares. Guina era um cara trabalhador, honesto, decente, respeitador, brincalhão, não tinha confusão com ninguém, tinha uma centena de amigos que o adoravam e foi inocentemente e covardemente assassinado em Saloá. A motivação do crime foi provavelmente um relacionamento amoroso.

Foi assassinado na madrugada desta quarta-feira (28), nas proximidades da Cohab Nova em Saloá, o jovem Eguinaldo de Melo Santos (37) conhecido por “Guina”. Ele era um profissional de mecânica competente que trabalhava na oficina do nosso amigo Alexandre de Danda.

Informações repassadas aos blogs pela polícia dão conta que a motivação do crime foi passional e Guina teria sido alvejado e morto pelo ex-companheiro de sua namorada. O assassino até o momento encontra-se foragido.

Nas redes sociais dezenas de amigos seguem lamentando a morte de cara que era do BEM e fazem suas homenagens. Esperamos que a polícia civil de Saloá tenha afinco para localizar e prender o assassino.

IATI recebe ambulância através de pedido de vereador


De passagem pelo agreste meridional pernambucano, a deputada federal e vice-governadora eleita de Pernambuco, Luciana Santos (PCdoB), beneficiou o município de Iati uma ambulância. O veículo que irá dá um aporte de qualidade na frota da saúde municipal chega através de uma solicitação do vereador, Renato Almeida (PPS) e do deputado estadual, Waldemar Borges (PSB).

Renato Almeida ao lado do ex-vereador, Edjalbas e um pequeno grupo político conseguiram uma boa votação (acima de 500 votos) para o deputado Waldemar Borges. “Fico satisfeito com a indicação de Luciana Santos de emenda parlamentar para compra deste equipamento para Iati, agradeço imensamente todo o empenho de Waldemar por atuar junto a deputada federal para que atendesse essa demanda nossa” relatou Almeida.


Renato foi eleito presidente da câmara de vereadores de Iati, cargo que deve assumir em 1º de janeiro de 2019 até dezembro de 2020. É independente politicamente e busca a melhoria na qualidade dos serviços públicos oferecidos à população.
Falta de planejamento e celeridade em obra causa transtornos na Serrinha da Prata


O fato veio a público neste domingo (25) após as chuvas ocorridas na região, onde moradores da Serrinha da Prata em Saloá, utilizaram-se das redes sociais para externarem seu descontentamento com a falta de planejamento e celeridade em obra na comunidade acabou trazendo bastante transtornos para a população.

A matéria ganhou destaque após a assessoria dos vereadores Zé Cabeleireiro (PP) e Valdir Lopes (PRTB) divulgarem o ocorrido.

O fato é que após as chuvas algumas casas da rua das areias foram invadidas pelas enxurradas e lama. Os moradores protestaram da seguinte forma:” A chuva veio para lavar o CALÇAMENTO da nossa rua. Os moradores agradecem o serviço feito para jogar lama em suas casas”.

Serrinha da Prata é um dos maiores e mais populosos povoados de Saloá e ainda é muito carente em diversas áreas, entre elas o saneamento básico.

PE-216 – Acesso à cidade de Saloá volta a oferecer riscos à população

Resultado de imagem para pe-216

A reforma já foi amplamente solicitada pelos políticos nativos (situação e oposição), por conta do período eleitoral promessas foram feitas, medidas paliativas foram tomadas, mais o fato é que a PE-216 que dá acesso à cidade de Saloá, continua oferecendo sérios riscos a quem por ali se vê obrigado a trafegar.

SITUAÇÃO VEM SE AGRAVANDO – A cada dia que passa, a cada chuva, a cada circulação de veículos que a ameaça de um acidente grave fica evidente. Motoristas são obrigados a desviar e por diversas vezes invadem (em movimento natural) a faixa contraria. Além de não ter um acostamento suficiente o percurso torna-se bastante perigoso.

FALTA DE INVESTIMENTOS – Inaugurada a cerca de 30 anos, a PE-216 de lá para cá nunca recebeu investimentos, a não uma vez ou outra quando o município capina o acostamento. Recapeamento já foi pedido, sinalização vertical e horizontal já foram pedidas, lombadas eletrônicas já foram pedidas ... e a população continua a esperar.

LOCAIS CRÍTICOS – Para quem chega ao município via BR-423, já se depara com grandes buracos bem no acesso e dali os grandes buracos continuam por aproximadamente 3 km. Os buracos dão um tempo e voltam com força já na entrada da cidade (paralelamente ao povoado histórico de São Serafim), a depender do tráfego o motorista se vê obrigado a praticamente parar seu veículo, sob pena de um acidente ou um tremendo prejuízo financeiro, caso decida enfrentar de frente o enorme buraco.

Resultado de imagem para sundown parkO MAIOR CARTÃO POSTAL E UMA DAS PIORES ESTRADAS – Por incrível que pareça Saloá possui o maior (ou um dos maiores) parques aquáticos de Pernambuco e do nordeste, o Sundown Park, que por sinal é o maior cartão postal do município, já foi tema de matéria a nível nacional e seu acesso é uma vergonha por conta do descaso do governo.

Resultado de imagem para fazenda brejoAos finais de semana, quando os turistas chegam, é descendo do ônibus ou carros particulares e a frase é emblemática, “que estrada horrível uma vergonha para o governo de Pernambuco”. 

Saloá também possui a igualmente famosa Fazendo Brejo, com seu clima serrano, reserva ecológica, descanso e lazer que também recebe turistas de todo o nordeste e principalmente da capital pernambucana. Vai entender as prioridades dos governos!.
Desigualdade aumenta, número de pobres aumenta – BRASIL é o 9º país mais DESIGUAL do mundo

Será culpa do PT, da Dilma e do Lula também?

Resultado de imagem para desigualdade e pobreza

A desigualdade de renda no Brasil ficou estagnada em 2017, pela primeira vez nos últimos 15 anos, segundo relatório divulgado nesta segunda-feira (26) pela Organização Não Governamental Oxfam. Com isso, o Brasil subiu um degrau no ranking mundial de desigualdade de renda, passando a ser o 9º país mais desigual.

Resultado de imagem para oxfamDe acordo com a entidade, desde 2002 o índice de Gini da renda familiar per capita vinha caindo a cada ano, o que não foi observado entre 2016 e 2017, quando ficou estagnado em 0,549 (quanto mais próximo de zero, menor a desigualdade).

“O país estagnou em relação à redução das desigualdades, e o pior: podemos estar caminhando para um grande retrocesso”, afirma em nota Katia Maia, diretora-executiva da Oxfam Brasil.

No relatório, intitulado “País Estagnado”, a Oxfam aponta ainda que entre 2016 e 2017 o Brasil se manteve no mesmo patamar do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), seguindo na 79ª posição em um ranking de 179 países. O indicador com maior impacto negativo foi o de renda, que registrou queda sobretudo nas menores faixas.

Confira outros destaques do relatório:

·         número de pobres cresceu 11% em 1 ano, atingindo 15 milhões de brasileiros 2017 (7,2% da população);
·         rendimentos do trabalho dos 10% de brasileiros mais ricos cresceram 6% de 2016 para 2017; já entre os 50% mais pobres, a renda caiu 3,5%;
·         rendimento médio do 1% mais rico é 36,3 vezes maior que o dos 50% mais pobres;
·         pela 1ª vez em 23 anos, a renda média das mulheres caiu em relação à dos homens, de uma proporção de 72% para 70%;
·         a diferença salarial entre negros e brancos também aumentou: em 2017, negros ganhavam em média 53% dos rendimentos médios de brancos, ante 57% em 2016;
·         volume de gastos sociais no Brasil retrocedeu ao patamar de 2001;
·         pela 1ª vez desde 1990, o Brasil registrou alta na mortalidade infantil, que subiu de 13,3, em 2015, para 14 mortes por mil habitantes em 2016.

Pobreza e distribuição de renda

O relatório aponta que em 2017 o Brasil tinha 15 milhões de pessoas pobres, que sobrevivem com uma renda equivalente a US$ 1,90 por dia, critério estabelecido pelo Banco Mundial. Esse número representa uma alta de 11% em relação a 2016, quando esse número foi estimado em 13,3 milhões de pessoas. Foi o terceiro ano consecutivo de aumento no número de pobres no país.

Em 2017, os 50% mais pobres da população brasileira tiveram uma retração de 3,5% nos rendimentos do trabalho. A renda média dessa fatia da população foi de R$ 787,69 mensais – menos de um salário mínimo. Já os 10% mais ricos tiveram um crescimento de quase 6% em seus rendimentos do trabalho. A renda média dessa população foi de R$ R$ 9.519,10 por mês.

Negros e mulheres

A ONG aponta que houve retrocesso do Brasil em outros indicadores sociais: pela primeira vez em 23 anos, a renda das mulheres caiu em relação à dos homens. Em 2016, as mulheres ganhavam 72% do que ganhavam os homens – em 2017, essa proporção recuou para 70%. No ano passado, a renda média de mulheres foi de R$ 1.798,72, enquanto a de homens, de R$ 2.578,15.

Houve piora também na queda da desigualdade de renda entre negros e brancos. Em 2016, os negros ganhavam em média R$ 1.458,16, o equivalente a 57% dos rendimentos médios dos brancos. Em 2017, esse percentual ficou ainda menor, passando para 53%.

Gastos sociais

A Oxfam aponta ainda que, em 2016, o volume de gastos sociais no Brasil retrocedeu ao patamar de 2001. No ranking global do Índice de Compromisso com a Redução de Desigualdades (CRII), o país ocupa o 41º lugar em relação a gastos sociais.

Apesar disso, diz a ONG, "os gastos sociais têm sido fundamentais no combate à pobreza e às desigualdades no país. O efeito geral das políticas sociais no Brasil tem sido progressivo, ou seja, tem chegado mais a quem mais precisa".

Considerando os principais gastos sociais – previdência, assistência, saúde e educação – o Brasil gastou, em 2016, 22,8% de seu PIB. Desse total, 12,25% (54% do total) foram para benefícios previdenciários, enquanto 1,55% (cerca de 7% do total) foi para assistência.

Estes dois gastos formam, em sua maioria, as transferências diretas dos governos para a população. Considerando a provisão pública em saúde e educação, os chamados gastos não monetários, suas proporções foram de 3,98% e 5,01% do PIB respectivamente, de acordo com cálculos da própria Oxfam com dados do Tesouro Nacional.

Para retomar os avanços na distribuição de renda, o relatório sugere mudanças na forma como o Estado arrecada e gasta. A Oxfam afirma que o sistema tributário do país vai na contramão do modelo dos países desenvolvidos ao privilegiar impostos indiretos (sobre produção e consumo) em detrimento daqueles que incidem diretamente sobre renda.