Câmara de Saloá aprova readequação do piso salarial dos professores – Categoria se mostrou contra a aprovação do projeto já que parte dos professores não serão contemplados

/ 25 maio

Câmara de Saloá aprova readequação do piso salarial dos professores – Categoria se mostrou contra a aprovação do projeto já que parte dos professores não serão contemplados


A câmara de vereadores de Saloá, aprovou nesta quinta-feira (24), o projeto de lei nº 002/2018, de autoria do executivo municipal que visa readequar o piso nacional do magistério pago aos profissionais da municipalidade. O projeto de lei foi declarado aprovado pelo presidente tendo 7 votos favoráveis a sua aprovação, 3 abstenções e registrou-se a falta de um vereador.

O projeto é bastante polêmico pois não garante que o reajuste aplicado ao piso nacional do magistério neste ano de 2018, que foi de 6,81% chegue a toda a categoria dos profissionais. O reajuste será apenas para os eventuais profissionais que de alguma forma estiverem recebendo abaixo dos R$ 2.455,35, não ficando claro também se os inativos da educação serão contemplados.

O plenário da casa, José Soares de Melo contou com a presença de bastante professores, que levaram cartazes e pediram que o projeto não fosse votado naquele momento, para que a comissão de professores pudessem continuar a negociação em benefício da categoria. Muitos professores se mostraram chateados e indignados com a atitude da maioria dos vereadores e do prefeito do município, que mais uma vez afronta leis federais e municipais.

POSITIVO – Foi visto como positivo por parte dos professores a atitude dos vereadores, Valdir Lopes (PRTB), Zé Cabeleireiro e Ivan do Cuema (PMDB) que se abstiveram dos votos e com isso votaram com os professores. O projeto deverá seguir agora para sanção do prefeito Ricardo Alves (PMDB).

Câmara de Saloá aprova readequação do piso salarial dos professores – Categoria se mostrou contra a aprovação do projeto já que parte dos professores não serão contemplados


A câmara de vereadores de Saloá, aprovou nesta quinta-feira (24), o projeto de lei nº 002/2018, de autoria do executivo municipal que visa readequar o piso nacional do magistério pago aos profissionais da municipalidade. O projeto de lei foi declarado aprovado pelo presidente tendo 7 votos favoráveis a sua aprovação, 3 abstenções e registrou-se a falta de um vereador.

O projeto é bastante polêmico pois não garante que o reajuste aplicado ao piso nacional do magistério neste ano de 2018, que foi de 6,81% chegue a toda a categoria dos profissionais. O reajuste será apenas para os eventuais profissionais que de alguma forma estiverem recebendo abaixo dos R$ 2.455,35, não ficando claro também se os inativos da educação serão contemplados.

O plenário da casa, José Soares de Melo contou com a presença de bastante professores, que levaram cartazes e pediram que o projeto não fosse votado naquele momento, para que a comissão de professores pudessem continuar a negociação em benefício da categoria. Muitos professores se mostraram chateados e indignados com a atitude da maioria dos vereadores e do prefeito do município, que mais uma vez afronta leis federais e municipais.

POSITIVO – Foi visto como positivo por parte dos professores a atitude dos vereadores, Valdir Lopes (PRTB), Zé Cabeleireiro e Ivan do Cuema (PMDB) que se abstiveram dos votos e com isso votaram com os professores. O projeto deverá seguir agora para sanção do prefeito Ricardo Alves (PMDB).
Continue lendo

Governo anuncia acordo para dar fim à GREVE dos caminhoneiros – Manifestantes dizem que continuarão parados

Resultado de imagem para greve dos caminhoneiros pelo brasil

Após uma reunião de mais de seis horas com representantes de entidades de caminhoneiros, os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil), Carlos Marun (Secretaria de Governo), Eduardo Guardia (Fazenda) e Valter Casimiro (Transportes) anunciaram na noite desta quinta-feira (24) a proposta do governo de um acordo para a suspensão da paralisação da categoria, que há quatro dias provoca bloqueios de rodovias e desabastecimento em todo o país.

Pelo texto do acordo, os representantes das entidades de caminhoneiros que ficaram até o final da reunião se comprometeram (à exceção de um) a "apresentar aos manifestantes" os termos do acordo.

Questionado se, com o anúncio, haverá normalização da situação, Padilha disse acreditar que a “qualquer momento” o movimento dos caminhoneiros começará a ser “desativado”.

CAMINHONEIROS DIZEM QUE NÃO VÃO PARAR - Depois do comunicado feito pelos ministros da Casa Civil, Eliseu Padilha; da Secretaria de Governo, Carlos Marun; e da Fazenda, Eduardo Guardia, começaram a circular em redes sociais e aplicativos de mensagens em vídeo com caminhoneiros dizendo não terem sido representados no encontro em Brasília e que vão continuar a protestar nas estradas.
Liderança dos caminhoneiros no Estado de Mato Grosso, Gilson Baitaca divulgou uma mensagem de áudio também criticando a postura do governo. Disse que a categoria não deu trégua ao governo porque duas das principais reivindicações não foram atendidas. Entre elas, a isenção de PIS-Cofins sobre combustíveis.

Grupo das “oposições” adiam mais uma vez lançamento de chapa – Agora só em 4 de junho

Resultado de imagem para armando monteiro e mendonça

Em razão da greve dos caminhoneiros, à frente das oposições “Pernambuco Quer Mudar”, liderada pelo senador Armando Monteiro (PTB) adiou de 28 de maio para 4 de junho o anúncio de sua chapa majoritária que irá concorrer às próximas eleições. O ato ocorrerá no Hotel Marriot, em Boa Viagem, às 10h30 da manhã

Esta frente reúne PTB, DEM, PSDB, PRB, Podemos, PV e PPS. O PRTB também estava na lista mas nesta sexta-feira (24) pediu para retirar seu nome. Além do senador, estarão presentes os deputados Mendonça Filho (DEM) e Bruno Araújo (PSDB), os ex-governadores João Lyra Neto e Joaquim Francisco, ambos do PSDB, bem como deputados estaduais e federais e vários prefeitos.

Até agora, só estão confirmados Armando Monteiro para o governo estadual e Mendonça Filho para o Senado. Já a chapa majoritária da Frente Popular do governador Paulo Câmara (PSB) só será anunciada no próximo mês de junho, enquanto que o anúncio da candidatura de Marília Arraes (PT), depende de votação interna dos delegados do partido no próximo 10 de junho e dá confirmação da executiva nacional do partido dos trabalhadores.
Faleceu o ex-prefeito de Saloá, Rivaldo Alves de Souza


Faleceu neste 22 de maio de 2018, o ex-prefeito de Saloá, Rivaldo Alves de Souza (68). De acordo com informações dos familiares, Rivaldo passou mal no início da tarde, foi socorrido ao hospital municipal, Josina Godoy, mas, não resistiu. O ex-prefeito saloaense foi vítima de um infarto. A morte repentina deixou o município muito entristecido.

Rivaldo Alves de Souza, foi prefeito do município de Saloá em três oportunidades 1983-1986, 1997-2000 e 2001-2004. Também foi vice-prefeito de 1977-1982. É pai do atual vereador Rivaldo Alves de Souza Júnior, irmão do ex-deputado estadual, Manoel Ricardo e tio do prefeito Ricardo Alves.

É Rivaldo é sem sombra de dúvidas um dos maiores da história política de Saloá, e deixa como cartão postal das suas administrações a belíssima e imponente praça São Vicente. Muito querido por correligionários e adversários políticos é uma perca irreparável para o povo de sua terra.

O corpo está sendo velado na quadra da escola São Vicente, que leva o nome de seu pai, Antonio Ricardo. O sepultamento ocorre nesta quarta-feira (23). Por volta das 15:00h (3 da tarde) o corpo estará na prefeitura municipal de Saloá, de onde sairá às 16:00h (4 da tarde) para o Mausoléu da família Ricardo, na conhecida "serra de Antonio Ricardo". 
“1ª Roda da Sanfona” foi realizada em Saloá

A imagem pode conter: 7 pessoas, pessoas tocando instrumentos musicais

Com a chegada do mês junino, mês de São João o nordeste todo se anima e começa reviver suas tradições, sua cultura e sua arte que na maioria do ano fica escondida do resto do Brasil. O forró pé-de-serra há muito que foi substituído pelo forró estilizado e outras variações de forró. Em Saloá, no entanto um evento aos moldes tradicionais foi realizado com muita animação e som sanfona.

No último sábado cerca de 15 sanfoneiros de Saloá e mais algumas outras regiões próximas reuniram-se e realizaram a 1ª Roda de Sanfona” que acabaram por ser o encontro que abriu o São João Popular de Saloá. Com organização do sanfoneiro e empresário, Mauro da Funerária, a festividade além de resgatar as origens da cultura nordestina, foi momento de valorização da cultura da terra.

Idealizada pelos vereadores, Valdir Lopes )PRTB) e Zé Cabeleireiro, contou com o apoio de Wellington Freitas e dos deputados Wolney Queiroz e Zpe Maurício, federal e estadual respectivamente. Segundo os vereadores outros polos de cultura da “Roda de Sanfona” serão apresentados no início do mês de junho.

A imagem pode conter: 5 pessoas, incluindo Wellington Freitas e Valdir Lopes, pessoas sorrindo, pessoas em pé e chapéu

“Nosso objetivo é levar a cultura da sanfone para vários sítios do nosso município” disse Valdir. Já Zé em suas palavras afirmou: “que mesmo com dificuldade vamos contemplar várias regiões de Saloá”. Crédito das fotos: Noelma Barbosa e Zé Cabeleireiro

Em ato no Recife, Marília consolida de vez sua candidatura ao governo de Pernambuco

Foto: Arthur Marrocos/Divulgação

A vereadora do Recife, neta de Miguel Arraes e defensora do ex-presidente Lula, Marília Arraes (PT), realizou ato neste domingo (20), que consolida definitivamente seu protagonismo e mostra que a candidatura tem peso político e popular para ganhar as ruas e vencer as chapas de Paulo Câmara (PSB) e Armando Monteiro (PT).

Realizado no clube internacional do recife, o evento que pela liberdade do ex-presidente Lula e em defesa da candidatura de Marília, reunião de 4 a 5 mil pessoas. O evento contou com a participação e discursos de Fernando Ferro, Tereza Leitão, Carlos Veras, Doriel Bsrros, Luciano Duque (prefeito de Serra Talhada), membros do MST nacional, PT nacional, atores e o fundamental que é a militância.

A candidatura própria do PT representa a maioria do povo pernambucano que está insatisfeito com o atual governo e busca através do direito ao voto consertar as mazelas que eclodiram após o golpe da presidenta Dilma e culminou com a prisão política do ex-presidente Lula. É um sonho daqueles que querem Pernambuco de volta ao seu protagonismo, é um sonho daqueles que não se entregam e nem se vendem.


Ato pede Lula Livre e deverá afirmar candidatura de Marília a governadora


Marília Arraes (PT), fará um ato em defesa da sua pré-candidatura ao governo do estado neste domingo (20), o ato também é em defesa do ex-presidente Lula e pede sua liberdade. O evento ocorrerá 20 dias antes da reunião programada pela direção estadual partido, que deve decidir se lança ou não uma candidatura própria.

Dura na queda, Marília Arraes (PT) tem conhecimento da movimentação feita por dirigentes do seu partido no sentido de tentar impedi-la de disputar o governo estadual, mas não passa recibo e nem se entrega. No domingo, pretende fazer um “ato de arromba”, no Recife, e mandar o filme para a direção nacional. 

No campo nacional, a neta de Arraes vem galgando importantes adesões como por exemplo o ex-presidente nacional do PT Rui Falcão. O ato acontece após o senador Humberto Costa (PT) defender abertamente a aliança do partido com o PSB. Articulação essa que vem recebendo fortes críticas, por parte dos que defendem a candidatura de Marília.

Chapa da oposição deverá anunciar governador e senador dia 28 de maio

A expectativa é de que Armando Monteiro (PTB) seja a cabeça de chapa.

O grupo das oposições está disposto a revelar sua chapa majoritária até o dia 31 de maio. Nos bastidores, contudo, a ideia é que inicialmente só sejam divulgados os nomes do candidato a governador e de uma vaga do Senado no próximo dia 28. A expectativa é de que Armando Monteiro (PTB) seja a cabeça de chapa e Mendonça Filho (DEM) saia para senador. O segundo espaço e a vice ficariam em aberto, na tentativa de atrair outros partidos.

Após um período de mobilização, passando por Recife, Petrolina, Caruaru e Ipojuca, as lideranças da frente “Pernambuco Quer Mudar” mergulharam na tarefa de compor a chapa. Ainda nesta terça-feira, Armando e Bezerra Coelho se reuniram para conversar sobre o projeto eleitoral.

Além de Mendonça, estariam interessados no Senado os tucanos Bruno Araújo e João Lyra, o deputado Silvio Costa (Avante) - que pode migrar definitivamente para o grupo das oposições - e a opção mais cobiçada: o deputado estadual André Ferreira (PSC). Se houver chance de ter os Ferreiras na oposição, provavelmente o PSDB iria para a vaga de vice - leitura confirmada por integrantes do conjunto.

Em desvantagem com o governador Paulo Câmara (PSB), que disputa a reeleição, o grupo dos oposicionistas não vê mais espaço para protelar um posicionamento. Segundo informação de bastidores, sem muita crença na candidatura própria petista, a oposição espera que o governo dê as vagas do Senado ao PT e PDT, forçando os Ferreiras (ainda indecisos) a mudarem de lado. Com informações do blog da Folha.

Alcindo Correia, Wellington Freitas, Jânio Moraes e Paulo Moraes apontados como aliados de 1ª linha de Marília Arraes no agreste


Do blog do Gidi Santos

Empatada tecnicamente com o Governador Paulo Câmara (PSB), segundo recém divulgada pesquisa sobre indicação de voto para o Governo de Pernambuco, feita pelo Instituto Múltipla, da cidade de Arcoverde, a vereadora do Recife, Marília Arraes, PT, segue ampliando o número de apoios à sua pré-candidatura. Na região Agreste Meridional, em especial, isso se deve ao empenho de quatro figuras, que diariamente vem percorrendo algumas cidades, afim de assegurar essas novas adesões.

De Brejão, Paulo e Jânio Moraes, de Saloá, Welington Freitas e de Garanhuns, o vereador, líder do Governo Izaías na Câmara, Alcindo Correia (PCdoB), que embora não pertença aos quadros do PT, é aliado de primeira hora da petista. Mais do que somar adeptos à postulação de Arraes, o trabalho de campo desses personagens alicerça junto a Marília, um programa de Governo que deverá contemplar toda a região Agreste Meridional, com ações que irão desde o campo até a segurança pública, saúde e educação.

Nas duas oportunidades em que esteve em Garanhuns, sempre a convite de Alcindo, Marília se mostrou alinhada com as demandas locais e regionais. Disse em uma das vezes, que o Agreste precisa ser pensado a partir de sua enorme dimensão, e não apenas de uma única cidade. Percepção semelhante, tem o vereador Garanhuense Alcindo Correia, que nas ocasiões em que esteve com Marília, apresentou projetos que buscam consolidar o Agreste Meridional como região de maior potencial em desenvolvimento econômico no estado.

Setores do PT e PSB de Pernambuco fazem “TRAMÓIA” para dar
golpe em Marília Arraes

Resultado de imagem para paulo câmara golpista e humberto costa

Com texto do jornalista Roberto Almeida

Humberto Costa, senador eleito graças ao prestígio do ex-governador Eduardo Campos, em 2010, gosta de criticar os que ele chama de golpistas, por terem afastado Dilma Rousseff da presidência, em 2016.

Mas o próprio Humberto está sendo acusado por amplos setores do Partido dos Trabalhadores, principalmente na base, de trabalhar para dar um golpe na vereadora Marília Arraes, não permitir a sua candidatura e fazer uma aliança com o PSB de Paulo Câmara.

Dirigentes da cúpula do PT, da qual o senador faz parte, chegam ao ponto de plantar notícias nos blogs e jornais da capital negativas em relação ao projeto da candidatura de Marília.

Ontem mesmo jornalistas do Recife chegaram a noticiar que a presidente nacional do Partido dos Trabalhadores, Gleisi Hoffman, teve um encontro com o dirigente Carlos Siqueira, do PSB, para fechar o acordo com os socialistas e “rifar” a candidatura da neta de Arraes.

A senadora negou as especulações da imprensa e outro dirigente petista, Ruy Falcão, que já foi presidente do PT nacional, demonstrou total apoio a pré-candidatura da vereadora recifense. “No que depender de mim junto à direção nacional, ela será candidatura e a futura governadora de Pernambuco”, disse Ruy num comunicado aos jornalistas.

O governador Paulo Câmara conta com o apoio de Humberto para tirar Marília da disputa, o que facilitaria muito a sua reeleição. Neste caso seu principal adversário seria o senador Armando Monteiro (PTB), que está junto de Mendonça Filho e Bruno Araújo, que foram ministros de Temer.

Fernando Bezerra Coelho, senador e pai de um ministro de Michel Temer, pretendia ser candidato a governador e por isso brigou  com o deputado federal Jarbas Vasconcelos pelo controle do MDB. Mas como aparece mal nas pesquisas, o político de Petrolina pode também apoiar Armando e indicar o vice na chapa petebista.

Quando começou a desavença no PT, sobre candidatura própria ou aliança com o PSB, Humberto Costa agia silenciosamente, mas depois assumiu publicamente sua posição, chegando a discursar na tribuna do senado para defender a aliança com os socialistas de Pernambuco.

Em 2016, quando João Paulo foi derrotado por Geraldo Júlio (PSB) na disputa pela prefeitura do Recife, os petistas usaram a propaganda eleitoral para acusar os socialistas de golpistas, por terem votado pelo impedimento de Dilma.

Hoje, alguns desses petistas claramente querem passar uma rasteira ou dar um golpe em Marília Arraes, que mesmo sem nenhuma máquina ou forte estrutura financeira, está empatada nas pesquisas com Paulo Câmara e Armando Monteiro.

O sentimento de quem acompanha a política de Pernambuco é que se os três forem candidatos – Paulo, Armando e Marília – a eleição irá para um segundo turno e a situação do governador ficará bem complicada.

Por isso que Paulo e Humberto, antes adversários e agora amigos, jogam tudo para implodir a candidatura da neta de Miguel Arraes.

O senador quer usar a estrutura do Governo do Estado para garantir mais um mandato, nem que seja de deputado federal e Paulo tenta garantir mais quatro anos no Palácio das Princesas apesar de ser avaliado como um péssimo gestor.

Câmara tem uma rejeição alta, de acordo com as pesquisas, superior a 60%, o que torna difícil sua vitória em outubro, a não ser que pegue carona em Lula e no PT, a quem atacou tanto num passado recente.

O governador de Pernambuco apoiou a candidatura de Aécio Neves à presidência, em 2014 e o impeachment de Dilma, dois anos depois.

Roda de sanfona acontece em Saloá neste sábado (19)


Acontece neste sábado (19) na cidade de Saloá, a “1º Roda de Sanfona”, evento que visa estimular e prestigiar essa cultura nordestina. O evento ocorre a partir das 13:00 (1 da tarde), no prédio de Mauro da Funerária, localizado na rua Antonio Marçal Filho.

Organizado por Mauro, a “Roda de Sanfona” tem o apoio cultural dos vereadores Zé Cabeleireiro, Valdir Lopes (PRTB) e Wellington Freitas. A entrada é gratuita e marcar o início das festividades de São João no município. Segundo os organizadores outros encontros acontecerão ao longo do período junino. Os deputados Zé Maurício e Wolney Queiroz deverão participar do encontro que será organizado posteriormente, pois são patrocinadores da ideia.
Batata fará dobradinha com Damásio Cardozo em Garanhuns

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, óculos

Ex-deputado estadual e federal, ex-prefeito de Capoeiras e membro da executiva estadual do Democratas em Pernambuco, Carlos Batata pretende retomar seu mandato na câmara federal através das eleições deste ano e busca articulações em várias partes do estado de Pernambuco e principalmente no agreste meridional, onde já conta com o apoio do ex-prefeito de Iati, Alexandre Tenório entre outras lideranças.

Em Garanhuns, Batata deverá fazer dobradinha com Damásio Cardozo (DEM), que no último sábado (12) fez o lançamento de sua pré-candidatura em evento no hotel Palace em Garanhuns, com a presença do próprio Batata e vários veículos de comunicação do agreste como blogs e rádios.

Damásio é do segmento evangélico, empresário e deverá apostar em um discurso inflamado e bairrista para atrair o eleitorado garanhuense. Com a pré-candidatura, deverá estar no palanque do senador Armando Monteiro (PTB) ao governo do estado.

Garanhuns poderá ter até cinco candidatos nativos disputando um mandato de estadual, Sivaldo Albino (PSB), Audálio Ramos (DC), Prof Jaílton (PSol) e Paulo Camelo (PCdoB), além das fortes candidaturas de Álvaro Porto (PTB) com o apoio do prefeito Izaías e Claudiano Martins (PP) que tem apoio de vários vereadores da cidade.
Vereadores da oposição realizaram comemoração do dia das mães

A imagem pode conter: 6 pessoas, incluindo Jose Carlos, pessoas sorrindo, pessoas em pé e atividades ao ar livre

Os vereadores Zé Cabeleireiro e Valdir Lopes (PRTB) que fazem patê da oposição da cidade de Saloá, realizaram comemoração do dia das mães neste domingo (13). A comemoração foi realizada no sítio Jacinto e contou com a presença de várias mães da localidade. Estavam presentes ao evento o pastor, Jasiel Vilela, da igreja Presbiteriana em Saloá e Wellington Freitas.

A imagem pode conter: 2 pessoas, multidão e atividades ao ar livre

Este é o segundo ano em que os vereadores Zé e Valdir realizam a comemoração e prestigiam algumas mães do nosso município. A expectativa é que no próximo ano os parlamentares consigam expandir suas ações e levem a comemoração do dia das mães para outras localidades do município.