Armando questiona Paulo sobre avião do PSB

ARMANDO QUESTIONA PAULO SOBRE AVIÃO DO PSB

O senador Armando Monteiro (PTB) cobrou explicações do ex-secretário da Fazenda de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), quanto à compra da aeronave que matou Eduardo Campos e mais seis pessoas, no acidente ocorrido no litoral paulista, no mês de agosto passado.

Armando criticou a concessão de benefícios fiscais pelo Governo de Pernambuco para a empresa Bandeirantes Pneus, envolvida na compra do jato.  O petebista lembrou que em 2011 o Estado ampliou os benefícios fiscais concedidos aBandeirantes.

Na época, o decreto foi assinado por Eduardo Campos, como governador e por Paulo Câmara como Secretário da Fazenda.

Ao registrar os questionamentos de Armando Monteiro, feitos numa entrevista coletiva hoje pela manhã, o jornalista Jamildo Melo (JC) assinala que “há quatro dias o jornal Folha de S. Paulo revelou que outra empresa envolvida na compra, a Câmara e Vasconcelos, teria recebido R$ 100 milhões do doleiro Alberto Youssef, preso pela Polícia Federal durante a Operação Lava-Jato”.

Candidato ao Governo pela oposição, o senador martelou as seguintes perguntas: “Como conceder benefícios a uma empresa inidônea, que já estava sendo avaliada? Como avaliar fatos de compra de avião por empresas fantasmas de Pernambuco?”

Armando também cobrou que Paulo Câmara informe se tinha conhecimento de quem era o avião, quando voou nele quando voltava de uma agenda de campanha em Serra Talhada, em julho.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com responsabilidades, não ofenda e nem acuse a quaisquer cidadão. afinal o blog, o blog é de vocês.