SALOÁ - E a "lavagem" não aconteceu

E A “LAVAGEM” NÃO ACONTECEU


O sábio sempre advertiu a todos os seus discípulos de que não se subestima seus inimigos (adversários), temos que respeitar nossos adversários todo tempo para que não sejamos pegos de surpresa. E parece que a inflada e inflacionada equipe da situação em Saloá esqueceu deste mandamento básico.

Em um dos seus últimos atos políticos na cidade, nestas eleições, o prefeito, Ricardo Alves (PMDB), parece que não levou muito a sério os ensinamentos do sábio e menosprezou a oposição da nossa terra quando disse que “nós vamos dar uma lavagem”, em referência a diferença de votos entre sua equipe e os opositores, que seria uma das maiores da história. Resultado. Perderam para governador e a diferença de votos nos deputados não foi lá o que se vendeu por ai a fora.

Levando em conta o tamanho do grupo, com seis vereadores eleitos, ex-vereadores, suplentes e uma legião de cabos eleitorais, formados principalmente por dissidentes da oposição, o resultado não foi dos mais satisfatórios.

Em 2004, Zé do Leite e Gilvan derrotaram o candidato do governo que era Ricardo, por uma diferença de 595 votos. Dois anos depois em 2006 Zé do Leite e Gilvan conseguiram vencer as eleições para deputados com uma diferença de 2.197 votos no federal (Armando VS Zé Mendonça) e 1.811 votos no estadual (Izaías VS Marcantonio). Houve uma diferença positiva em relação a 2004.

Em 2008 foi a vez de Gilvan e Ricardo derrotarem Socorro do Leite e Zé Roberto Godoy, com uma diferença de 888 votos. Em 2010 os candidatos a deputados de Gilvan e Ricardo venceram com uma diferença de 1.187 votos no federal (Eduardo da Fonte VS Inocêncio Oliveira) e 1.139 votos no estadual (Aglaílson VS Marcantonio). Também houve acréscimo na diferença de votos em relação à 2008.
   
Em relação as eleições acima citadas sempre houve um acréscimo na diferença de votos tanto quando Zé do Leite era prefeito, como também, quando Gilvan era prefeito. Outro fato é que os governadores dos prefeitos citados sempre foram majoritários em Saloá em seus mandatos.

Em 2012, Ricardo e Zé Antonio do Leite derrotaram Danilo Pereira e Paulo Gama com uma diferença de 1.099 votos. Agora em 2014 ao contrário de outras eleições a diferença caiu e, além disso o grupo liderado pelo prefeito perdeu para governador com uma diferença de 618 votos. Venceram nos deputados estadual e federal por 1.011 votos e 934 votos de diferença respectivamente.

Talvez a grande questão aqui seja, que a base governista cantava em alto e bom som que a diferença de votos nos deputados seria de no mínimo 2 mil votos (o que não se concretizou) e talvez tenha frustrado a equipe, que esperava mais, muito mais. Esqueceram de avisar que também temos bases políticas e também temos um ex-prefeito que muito trabalhou por nosso povo, e quanto as adesões tão badaladas e anunciadas ao longo da campanha pelo grupo café com leite, parece que surtiu efeito contrário.

QUEM SOBE E QUEM DESCE – A oposição de Saloá sem sombra de dúvidas sai fortalecida. Mesmo que, com um número pequeno de pessoas conseguiu uma boa votação, e firma-se de vez como a 2ª maior potência de votos. De quebra estragou a festa da situação, que mesmo fazendo o Governador no estado, não esboçou a mínima alegria. Houve até carreata para comemorar a vitória de Armando.

Zé do Leite, Zé Antonio do Leite e família também conseguiram um ótimo resultado. Se nessas eleições eram poucos lembrados e até deixados de lado pela situação, hoje são tratados a peso de ouro dentro do grupo pois pelo que mostrou essas eleições se caírem fora da aliança café com leite, a coisa tende a ruir pelas bandas do prefeito.

Sem sombras de dúvidas a maior potência eleitoral da nossa terra é o prefeito Ricardo Alves, que com uma imensa estrutura municipal, tende a ter um apoio ainda maior do governo estadual.


E a situação? Bom, a situação cada um tire suas conclusões. Agora que ficou um gosto de derrota na boca dos mesmos, isso ficou.

7 comentários:

  1. LA VAI BOMBA,SOU TEU FÃ, MAIS TEM ALGO QUE NAO CONCORDO,OLHE O PREFEITO RICARDO DEU UM LAMBUJO UMA LAVAGEM SIM,
    VOU TE MOSTRAR,
    A CAMPANHA DE DILMA QUEM FEZ FOI O BOLSA FAMILIA E PROJETOS DESDE DE LULA,
    ARMANDO MONTEIRO, A VITORIA EM SALOÁ O SESI, O POVO QUE QUERIA E A COLIGAÇÃO DE PESSOAS QUE TAMBEM PARTICIPOU DIRETO E INDIRETO E TEVE ATE O CARRO DE SOM DE CADETE E O TEU TAMBEM,
    AGORA VAMOS PARA DEPUTADO ESTADUAL, MARCO ANTONIO DOURADOS DEU UMA LAVAGEM EM GILVAN OU LAMBUJO,
    E DANILO CABRAL TAMBEM DEU UMA LAVAGEM OU LAMBUJO,
    O GRUPO DE GILVAN ERA DESORGANIZADO UM ENGOLINDO O OUTRO, NOTA DADA ZERO ZERO, AGORA TU CONCORDA OU NAO CONCORDA,DECEPIÇÃO GRANDE,
    A VIDA ME ENSINOU UMA LIÇÃO;
    NAO IMPORTA O QUE ACONTEÇA,
    SE E BOM OU RUIM TUDO PASSA,
    TOU FORA DE POLITICA, DEUS E MAIOR, AMEM AMEM, AMEM,
    É MELHOR PARTIR E DEIXAR UMA LEMBRANÇA AGRADAVEL QUE INSISTIR E SE TORNAR UM INCOMODO,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, tu é doido né? Deve andar louco com umas conversas dessas, se você perguntar ao próprio prefeito vai perceber que o mesmo ficou sim decepcionado com os votos que deu a seus aliados em saloá. Uma vez que, foi uma campanha seu oposição alguma por parte dos adversários, e outra a votação que os deputados tiveram em saloá foi decepcionante, por que todos os aliados do prefeito diziam que esperavam entre 45000 a 5500 votos. E outra, e a compra de cabos eleitorais por parte do prefeito foi grande, e o investimento maior ainda. Não há quem diga ao contrário, ninguém, ninguém, ninguém imaginava isso. Também, deixar de ajudar os seus pra comprar do outro lado tem lá seus problemas né... Não podemos também deixar de citar os varios funcionários de fora que trabalham no município mais que infelizmente não votam por aqui. Caso do senhor MARUÍM que ganha salário de secretário municipal pra desfilar com o prefeito. Esse é só um caso dos diversos que aqui existem hem. O POVO NUM É BESTA NÃO. PODE TRABALHAR COMO UM TRATOR, ENQUANTO NÃO RECONHECER O POVO DELE VAI LEVAR BOMBA. Minha opinião!

      Excluir
  2. por essa nem Chapolin Colorado esperava. af. Dale Givan Pereira HAHAY

    ResponderExcluir
  3. O Prefeito na verdade o desejo do mesmo é ser gestor na Cidade de Brejão, pois não é somente o MARUIM que ele deu todo os méritos tem também o BRANQUINHO OURO PRETO e sua equipe, toda de Brejão(Pensa no futuro) todos eleitores de Brejão juntamente com as famílias.... é os OTÁRIOS da qui de Saloá, tem que continuar votando nos candidatos e no prefeito para darem privilégios A ESSES E OUTROS QUE VEM DE FORA.... RICARDINHO MANDAMOS O RECADO NAS URNAS PRA TÚ..... Cai na Real.....Mais tu acha que o Real contra Carater e dignidade do Cidadão..... TÚ VÍU.......

    ResponderExcluir
  4. PREFEITO QUEM TINHA QUE LHE DÁ VANTAGEM NAS URNAS NÃO ERA O POVO DE SALOÁ! é sim os funcionários de FORA QUE VC EMPREGOU AQUI, EXEMPLO MARUIM, JOSEVALDO, JOANA DARC...ANA KARLA...BRANQUINHO E EQUIPE DE BREJÃO....ESSES SO SÃO OS QUE TEM CARGO DE PRIMEIRO ESCALÃO, AINDA TEM MAIS? eSSES SIM É QUE TINHA QUE SE EMPENHA EM SUA CAMPANHA E GERAR VOTO PARA OS SEUS CANDIDATOS. sÒ ACHO???????????????????????????????????????????????????????

    ResponderExcluir
  5. nao concordo nem adimito tata perseguição contra ricardinho, os candidatos do gunan levaro um lambujo dos grandes, e voces do bog nao tem coragem de dizer a o povo o tanto de voto que aglailson e eduardo da fonte teve, uis canidato de guvam perdeu em saloá e uis cadidato de ricardinho ganhou, e nada a ver historia do marruim e outros povos o papo que olhei foi sobre o lambujo duis candidato do meu prefeito nuis cadidato do guvam, tome seus trouxas seus babas ovos

    ResponderExcluir
  6. Se Sr Ricardo não for cauteloso vai surpresa daqui a 2 anos.

    ResponderExcluir

Comente com responsabilidades, não ofenda e nem acuse a quaisquer cidadão. afinal o blog, o blog é de vocês.