HOMENS FORTEMENTE ARMADOS INVADEM REVISTA “CHALIE HEBDO” NA FRANÇA E MATAM 12 PESSOAS

HOMENS FORTEMENTE ARMADOS INVADEM REVISTA “CHALIE HEBDO”
NA FRANÇA E MATAM 12 PESSOAS


Um atentado à redação da revista "Charlie Hebdo" nesta quarta-feira (7) em Paris deixou 12 mortos – entre eles dois policiais – e 11 feridos, sendo 4 deles em estado grave. Dois homens armados entraram no prédio em que fica a redação do semanário, atiraram em um dos funcionários e renderam o outro no segundo andar do prédio, onde acontecia a reunião de pauta dos funcionários da publicação. Lá, atiraram e mataram 10 pessoas.


Depois fugiram de carro, bateram em outro veículo e precisaram abandonar seu carro. Eles renderam um motorista e fugiram em outro carro. O episódio, classificado como um ato terrorista pelo presidente francês François Hollande, ainda tem questões não esclarecidas.

Quantos suspeitos estiveram envolvidos?Quem são eles?
Três pessoas foram inicialmente apontadas como suspeitas: os irmãos Chérif e Said Kouachi e Hamyd Mourad, cunhado de Chérif, que seria o motorista da operação. Por volta das 23 horas da quarta, Mourad, de 18 anos, se apresentou à polícia em Charleville-Mézières. Segundo a agência AP, ele decidiu se entregar após ver seu nome associado ao caso em redes sociais, mas alega inocência. Pouco depois, a polícia francesa divulgou fotos de Chérif, de 32 anos, e Said, de 34, em um boletim que os descreve como "possivelmente armados e perigosos".

Veja vídeo em que um agente é morto ao vivo no momento do ataque


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com responsabilidades, não ofenda e nem acuse a quaisquer cidadão. afinal o blog, o blog é de vocês.