PISO DOS PROFESSORES ESTADUAIS É VOTADO NA ALEPE E ÍNDICE DE REAJUSTE DE 0,89% É APROVADO EM 1º TURNO

PISO DOS PROFESSORES ESTADUAIS É VOTADO NA ALEPE E ÍNDICE DE REAJUSTE DE 0,89% É APROVADO EM 1º TURNO


Aprovado em primeira discussão nessa terça-feira (31), o projeto do governo, que reajusta o piso dos professores estaduais, e que é criticado pela categoria, volta a ser votado pela Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) nos próximos dias. Se aprovado na segunda votação, a proposta segue para redação do texto final e vai para a sanção do governador Paulo Câmara (PSB).

O Sindicato dos Trabalhadores da Educação em Pernambuco (Sintepe) critica o fato de que apenas 4 mil professores terão seus salários reajustados, num universo de 45 mil. O sindicato também questiona o fato de que os docentes que possuem Ensino Superior e aqueles que têm apenas formação em Ensino Médio ganharão o mesmo piso.

Segundo o Governo do Estado, o reajuste da categoria será discutido em junho, na data-base, após o fechamento do primeiro quadrimestre fiscal. O secretário estadual de Administração, Milton Coelho (PSB) já admitiu que o aumento não pode ser dado agora, porque o Palácio do Campo das Princesas estourou o limite prudencial com gasto de pessoal definido pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

A oposição critica fortemente o governador Paulo Câmara (PSB) e diz que ele usou o rolo compressor para aprovar a medida. Os oposicionistas também lembram que, na campanha eleitoral, ele prometeu dobrar os salários dos professores ao longo dos seus quatro anos de gestão.

Na primeira votação, o projeto foi aprovado por 27 votos a 11. A proposta fixa o piso dos professores em R$ 1.917, atendendo à legislação federal. O reajuste é de 13,01% para um grupo de 1.777 professores e de 0,89% para outros 2.281 docentes.

Já Professores e alunos da rede estadual de ensino estão mobilizados nas redes sociais, denunciando os deputados estaduais que, segundo eles, traíram a categoria, votando a favor do governo.

A página da categoria no Facebook “Professor de Pernambuco” conta com mais de 21 mil membros. A categoria afirma que a “Páscoa não será de lazer e sim de luta”. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com responsabilidades, não ofenda e nem acuse a quaisquer cidadão. afinal o blog, o blog é de vocês.