POLÍTICA – Álvaro Porto diz que deixa o PTB sem mágoas e que Câmara tem compromisso com o agreste meridional

POLÍTICA – Álvaro Porto diz que deixa o PTB sem mágoas e que Câmara tem compromisso com o agreste meridional

IMG_7758

Já integrado à base do governo, o deputado Álvaro Porto afirmou nesta terça-feira (23.02), em discurso na Assembleia Legislativa, que deixa o PTB sem decepções e mágoas. Disse também considerar que desempenhou satisfatoriamente a missão de vice-líder da oposição, mas que demandas surgidas nas bases o fizeram decidir pela filiação ao PSD. "Considero ter cumprido meu tempo no PTB. Agora é hora de olhar para frente. E o futuro é o PSD, partido que me acolheu de forma generosa e com clima propício a muito trabalho", disse, informando ainda que o governador Paulo Câmara (PSD) se comprometeu a destravar pleitos dos municípios do Agreste Meridional. Porto já comunicou oficialmente ao PTB seu desligamento da sigla. A filiação ao PSD ainda não tem data definida.

"O governador assumiu o compromisso de atender demandas de infraestrutura, saúde, segurança e abastecimento d´água da nossa região. Nesse sentido já tivemos audiências em diversas secretarias, levando as reivindicações que chegam ao nosso gabinete", salientou.

O deputado lembrou ainda que o convite para que ele entrasse na base partiu do próprio Câmara. "Na condição de deputado estadual mais votado do Agreste Meridional em 2014 e depois de um primeiro ano de atuação destacada aqui nesta Casa, o governador enxergou a importância de ter nosso mandato sintonizado com os planos do Governo para a região. As conversas evoluíram, a confiança se estabeleceu e o convite foi aceito".

O discurso foi aparteado pelos deputados Antônio Moraes (PSDB), Diogo Moraes (PSB), Pedro Serafim Neto (PDT) e Lucas Ramos (PSB). Em todas as falas, Álvaro Porto recebeu as boas-vindas à situação. Vice-líder do governo, Lucas afirmou ainda ter a certeza que o ex-petebista atuaria com o mesmo empenho de quando era oposição. 

PREFEITOS APOIAM DECISÃO

Porto destacou a sua decisão pelo PSD foi tomada em sintonia com prefeitos, vereadores e demais lideranças que respaldam sua atuação no Legislativo. "Isso significa dizer que prefeitos pré-candidatos à reeleição que estiveram na oposição em 2014 estão conosco. É o caso dos gestores de Canhotinho, Felipe Porto; de Palmerina, Renato Sarmento; de Angelim, Marco Calado; e de São João Genaldi Zumba", disse. "Do mesmo modo, pré-candidatos a prefeito que também estiveram na oposição há dois anos estão apoiando nosso projeto. Entre estes estão Lucemar Dias, de Quipapá; Expedito Orlando, de Calçado; Nadir Ferro, de Terezinha; e Jadiel Braga, de São Caetano", acrescentou. "Por sua vez, prefeitos que já eram governistas, a exemplo de Rossine Blesmany, de Lajedo; e de Agnaldo Inácio, de Jurema, passaram a reforçar nosso grupo. E o mesmo caminho vem sendo tomado por pré-candidatos a prefeito que já estavam na base, como é o caso de Ramiro Inácio, de Jupi", completou.


Ele observou ainda que mesmo estando na base não deixará de cobrar melhorias e apontar o que considerar falho na gestão socialista. E lembrou que o governador está ciente disso. "As bandeiras que vêm pautando o nosso mandato permanecerão erguidas. Vamos continuar buscando mais eficiência na segurança e na oferta de água, melhorias para o funcionamento de hospitais e dos serviços de saúde e defendendo o municipalismo, a Bacia Leiteira e os médios e pequenos produtores. Continuaremos sendo a voz do povo do Agreste Meridional nesta Casa e dentro da base do Governo".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com responsabilidades, não ofenda e nem acuse a quaisquer cidadão. afinal o blog, o blog é de vocês.