CANDIDATURA DE MARÍLIA ARRAES PODE BENEFICIAR ARMANDO MONTEIRO

CANDIDATURA DE MARÍLIA ARRAES PODE BENEFICIAR ARMANDO MONTEIRO


POR ROBERTO ALMEIDA

Armando Monteiro se movimenta para ser candidato, numa chapa que contaria com o apoio de João Lyra (PSDB), Bruno Araújo (PSDB), Mendonça Filho (DEM), Álvaro Porto (PSD), dentre outros políticos insatisfeitos com a gestão de Paulo Câmara (PSB).

Para Álvaro Porto, hoje, o nome ideal para disputar o governo do Estado é Bruno Araújo, mas se as oposições se unirem em torno de Armando o ex-prefeito de Canhotinho poderá estar outra vez no palanque do petebista.

PTB, PSDB, DEM e outros partidos se unem querendo distância do PT, que se desgastou muito com os negócios escusos da Petrobrás, impeachment de Dilma, descobertas e prisões da Operação Lava Jato.

Mesmo assim, se Marília Arraes for lançada como candidata ao Governo de Pernambuco pelo Partido dos Trabalhadores, poderá indiretamente ajudar Armando, forçando um segundo turno ou mesmo ajudando a desgastar Paulo Câmara de tal forma que o socialista possa ser batido ainda no primeiro turno.

Marília como candidata seria a nova herdeira política de Miguel Arraes e o sobrenome famoso poderia lhe garantir muitos votos, talvez a maioria deles subtraídos de Câmara.

O atual governador tem um exército de prefeitos, deputados e vereadores ao seu lado, além da máquina estadual, mas enfrentará uma oposição mais forte do que a de 2014 e não terá o fantasma de Eduardo Campos a ajudá-lo, como aconteceu três anos atrás.

Armando está sendo pragmático ao se distanciar do PT, mas certamente está consciente que indiretamente o Partido dos Trabalhadores e suas principais lideranças em Pernambuco e no País ainda podem ser importantes para que ele realize o sonho de se tornar governador.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com responsabilidades, não ofenda e nem acuse a quaisquer cidadão. afinal o blog, o blog é de vocês.