“Distritão” é um retrocesso – Comissão especial aprova

“Distritão” é um retrocesso – Comissão especial do senado aprova

Imagem mostra os deputados da comissão da reforma política, durante a discussão do parecer de Vicente Cândido (PT-SP) (Foto: Fernanda Calgaro/G1)

A comissão da Câmara que discute mudanças no sistema eleitoral aprovou na madrugada desta quinta-feira (10), por 17 votos a 15, uma emenda que estabelece o chamado "distritão" nas eleições de 2018 e de 2020 para a escolha de deputados federais, deputados estaduais e vereadores.

Pela nova proposta, serão eleitos os candidatos mais votados em cada estado e no distrito federal, o que na visão de muitos só favorece os que possuem mandatos para buscarem a reeleição, acabando com as chances dos candidatos sem dinheiro.

CONTA PESADA PARA O CONTRIBUINTE – Como o financiamento privado de campanhas está proibido, pois as empresas bancavam campanhas de candidatos e depois cobravam a fatura pedindo apoio no parlamento a projetos do seu interesse, o que resultou na “Lava Jato”. Deputados e senadores precisavam encontrar uma solução, e conseguiram.

O projeto institui o Fundo Especial de Financiamento da Democracia, que será mantido com recursos públicos, previstos no Orçamento. Cerca de R$ 3,6 bilhões é o tamanho do orçamento previsto para as eleições de 2018, dinheiro do povo, de impostos.

Ocorre que, segundo pesquisas recentes, 90% dos brasileiros não admitem que se retire 3,5 bilhões do OGU de 2018 para bancar campanhas políticas. No entanto, como o financiamento privado está proibido por uma decisão do STF e não se faz campanha sem dinheiro, o Congresso caminha para aprovação de um fundo bilionário para custear os gastos eleitorais do próximo ano, ainda que esse não seja o desejo da maioria da população.

O Congresso deve aprovar um fundo eleitoral de 3,5 bilhões para bancar as campanhas de 2018.

Dê a alguém a prerrogativa de falar em seu nome e esse poder será abusado. Transforme uma instituição num gatilho e, mais cedo ou mais tarde, para o bem e para o mal, esse gatilho será acionado.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com responsabilidades, não ofenda e nem acuse a quaisquer cidadão. afinal o blog, o blog é de vocês.