Bruno Araújo é novo presidente do PSDB em Pernambuco, Elias Gomes é lançado como pré-candidato ao governo e Daniel Coelho critica próprio partido

Bruno Araújo é novo presidente do PSDB em Pernambuco, Elias Gomes é lançado como pré-candidato ao governo e Daniel Coelho critica próprio partido e abandona convenção


O PSDB de Pernambuco realizou convenção neste domingo (05) e elegeu como presidente do partido para o biênio 2018/2019 o ministro das Cidades, deputado federal licenciado, Bruno Araújo. Presentes ao encontro, representantes do PMDB (senador Fernando Bezerra Coelho), Democratas (deputada estadual Priscila Krause), PPS (ministro Raul Jungmann), PTB (deputado federal Jorge Corte Real), Podemos (o advogado João Campos), além da prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB) e do ex-governador de Pernambuco, Joaquim Francisco, onde reconheceram que o PSDB terá um papel central na construção não somente da unidade, como de um projeto diferente do atual modelo de gestão do qual todos atestaram como "falido".

Além da eleição da nova executiva estadual o PSDB reconheceu o papel importante do ex-prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Elias Gomes, que teve seu nome lançado como pré-candidato ao governo de Pernambuco. "Elias tem uma importante missão nesse projeto de unidade. Ao levar seu nome para todo o Estado, estará levando o nome do partido, levando uma proposta que todos nós acreditamos. Vamos pensar e construir juntos com o PMDB, com o Democratas, com o PTB, com o Podemos, com o PPS e com tantos outros partidos, vamos avançar no diálogo em torno de qual é o Pernambuco que devolve a autoestima aos pernambucanos", ressaltou o ministro Bruno Araújo.

Saia justa e críticas - O que para muitos partidos serve como um ato de demonstração de força e unidade, para o PSDB de Pernambuco a Convenção realizada passou a imagem de que o partido no Estado anda bastante fragilizado e carente de uma líder que garanta a união necessária para que a sigla chegue fortalecida no próximo ano na busca pelo protagonismo.

A divulgação da Convenção com a apresentação de uma “chapa única e de consenso” parecia querer exibir uma convergência até pouco tempo improvável, porém foi só o evento acontecer que a verdade foi revelada. O PSDB de Pernambuco está rachado!

Quem evidenciou este racha foi o deputado federal Daniel Coelho, que sem meias palavras e em um discurso consistente revelou a sua insatisfação com a forma como está sendo conduzida a sigla. Além de se colocar contrário ao posicionamento do partido a nível nacional, Daniel chamou a atenção para o veto que o seu nome recebeu para compor a tesouraria da executiva estadual. Continuarei a exercer o mandato de deputado federal, agora não quero participar deste acordo, desta maneira como está colocado”disse Daniel condenando o conchavo.
Em uma crítica direcionada ao ministro Bruno Araújo e a todos àqueles que preferem apoiar o presidente Michel Temer, Daniel disse preferir está longe das benesses do poder, mas perto do pulsar das ruas. Com informações do blog do Magno Martins, Carlos Brito  e do blog Ponto de Vista de Wellington Ribeiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com responsabilidades, não ofenda e nem acuse a quaisquer cidadão. afinal o blog, o blog é de vocês.