GIRO POLÍTICO – PSB histórico deverá marchar com Marília Arraes e vereador garanhuense vem consolidando liderança

GIRO POLÍTICO – PSB histórico deverá marchar com Marília Arraes e vereador garanhuense vem consolidando liderança


A visita do governador Paulo Câmara (PSB), à Caetés na última semana para anunciar a liberação de mais de R$ 16 milhões para construção de adutora vem trazendo bons ventos, principalmente para a pré-candidatura ao governo, Marília Arraes (PT). O PSB histórico caeteense deverá apoiar a candidatura da neta de Dr. Miguel Arraes (como gostam de chamar alguns) e devem levar consigo ao menos três vereadores da oposição para o palanque da petista.

A 30 anos filiados no mesmo partido, o PSB, o grupo que sempre apoiou Miguel Arraes, Ana Arraes, Eduardo Campos e o próprio Paulo Câmara em 2014, foi simplesmente ignorado pelo governador. Segundo apurou o blog, nem um simples convite a sigla recebeu para participar da cerimônia, mesmo assim em respeito a uma história o grupo foi à cerimônia. Chegando lá, nem o nome tiveram citado, quanto mais agradecimentos.

De acordo com um dos vereadores que compõem o grupo, que até hoje do jeito que se filiou ao PSB nunca saiu do partido, “essa luta da água também é nossa desde o tempo de Eduardo Campos” desabafou. Marília Arraes esteve em Caetés neste domingo (14), conversou com o grupo e deverá receber o apoio nestas eleições. O encontro foi articulado pelo vereador garanhuense, Alcindo Correa, que contou com a presença do grupo de vereadores de Capoeiras.

Por falar em Alcindo... O vereador que é filiado ao PCdoB é um dos principais articuladores da pré-candidatura de Marília no agreste meridional. Participou do encontro com a petista desde sua primeira vinda a região – em Brejão – e hoje é um dos responsáveis pelo avanço da petista na região, juntamente com os irmãos Moraes de Brejão.

Sobre essa adesão do grupo político de Caetés, certamente o crédito será de Alcindo, pois além de ser procurado pelos políticos caeteenses articulou num passe de mágica o encontro. Marília só não será candidata se o PT não quiser pois o povo tá querendo e seria um erro irreparável não lançar a moça candidata ao governo de Pernambuco, com claras chances de chegar ao segundo turno e desbancar seus concorrentes.

Posse - Na visita de Marília à região do agreste meridional, neste início de 2018, ela participou na manhã do domingo (14) da possa da nova diretoria do STR de Garanhuns, tendo oportunidade de interagir com várias lideranças locais.

Um comentário:

  1. Sugiro que créditos a candidatura de Marília Arraes, sejam atribuídos ao POVÃO, já que acerca de 2 meses "lideranças políticas" estavam caladinhas aguardando mudança de cenário. O que obviamente ocorreu. Porém a Campanha de fato pró-Marília Arraes teve início pelo Facebook com a gente estimulando, fortalecendo a própria Candidata e a Equipe dela. Sem contar os contatos telefônicos com a assessoria, há quase 2 anos.

    ResponderExcluir

Comente com responsabilidades, não ofenda e nem acuse a quaisquer cidadão. afinal o blog, o blog é de vocês.