ESPECIAL FIG 2019 – “O som e a Sílaba” peça de Miguel Falabella abre o 29º Festival de Inverno de Garanhuns

ESPECIAL FIG 2019 – “O som e a Sílaba” peça de Miguel Falabella abre o 29º Festival de Inverno de Garanhuns


Por Júnior Barros, especial para o blog

O som e a Silaba, texto escrito pelo ator e autor Miguel Falabella, fez abertura em grande estilo do 29º Festival de Inverno de Garanhuns (FIG). O espetáculo aconteceu nesta quinta-feira (18 de julho), no teatro Luiz Souto Dourado, também conhecido como Centro Cultural de Garanhuns.

O espetáculo com duração média de 1 hora e 30 minutos, conta a história de uma menina autista, Sarah Leighton e uma professora de canto, Leonor Delis,, que juntas vão descobrir o amor por si mesmas e pelas pessoas através das  aulas de canto.

O texto mostra a sutiliza da professora e a total sinceridade da menina autista surpreendendo o publico com seu canto Lírico ao longo de todo o espetáculo e contando fatos comuns da sociedade, que muitas vezes passam despercebidos.

A demanda de publico foi uma das maiores já vistas no FIG fazendo com que a direção responsável pela área de artes cênicas, revesse e abrisse uma nova sessão que veio a ocorrer na mesma data no horário das 21:30h, mais uma vez lotando o teatro.

A solenidade de abertura teve importantes falas como a do governador Paulo Câmara, que reforçou o envolvimento e dedicação do Governo de Pernambuco, em parceria com a Prefeitura de Garanhuns, para a realização do FIG 2019. “Nós planejamos e programamos essa edição do Festival de Inverno de Garanhuns para que tenhamos um belíssimo festival. Uma festa que abrace todas as expressões culturais do nosso estado. Como governador de Pernambuco, me sinto honrado em estar mais uma vez no FIG. Que tenhamos um festival da paz, da alegria e da cultura”.


A solenidade teve a participação de Dona Geralda Miranda, sobrinha de Jackson do Pandeiro, um dos homenageados do Festival de Inverno de Garanhuns deste ano. “Sou muito grata pela homenagem por essa homenagem que o FIG faz ao meu tio, um homem que lutou para que a música brasileira fosse valorizada”, disse Dona Geralda. Texto e fotos: Júnior Barros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com responsabilidades, não ofenda e nem acuse a quaisquer cidadão. afinal o blog, o blog é de vocês.